Loading
CONFERÊNCIA INTERNACIONAL 3ª EDIÇÃO
Em nome das artes
ou em nome dos públicos?
Pensando os conceitos de mediação, emancipação e participação dos públicos
SEG 12, TER 13, QUA 14
DE NOVEMBRO
Auditórios 2 e 3 da Fundação Calouste Gulbenkian
Das 10h às 18h
Inscrição prévia obrigatória, sujeita à lotação e a confirmação
Dia 12: 30€ · 3 dias: 45€
Inscrições abertas:
Ficha de inscrição
Consulte aqui o regulamento do “call for actions” (encerrado a 3 de setembro)
Informações
Serviço Educativo – Culturgest
21 761 90 78
(10h30-12h30 / 14h30-17h)
Fax: 21 848 39 03
culturgest.servicoeducativo@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
fundacao calouste gulbenkian

descobrir

Um pouco por todo o mundo, na esfera da arte contemporânea e da museologia, a mediação cultural é discutida como uma proposta autónoma, crítica ou coadjuvante das práticas promovidas por serviços educativos e educadores de museus e espaços culturais.
No auge da discussão sobre o termo a utilizar para definir os profissionais que promovem a participação e a inclusão dos públicos nos museus e centros de arte, a mediação cultural faz-se anunciar como conceito autónomo e metodologia distinta.
Longe de querer apresentar soluções e interessada na promoção de diálogos e na construção de saberes a nível internacional, a terceira edição da conferência Em nome das artes ou em nome dos públicos? lança os conceitos de mediação, emancipação e participação como desafios à reflexão crítica.
Ao abrigo de uma parceria entre o Serviço Educativo da Culturgest e o Programa Gulbenkian Educação para a Cultura, esta edição da conferência realizar-se-à em vários espaços da Fundação Gulbenkian.
A reflexão e o debate contam, uma vez mais, com oradores de renome internacional e com a participação de comentadores, coaches, relatores e participantes ativos e motivados para cooperar na construção de novos saberes.

 

In the world of contemporary art and museum studies, cultural mediation is treated as an independent topic whether supportive, or critical, of educational practices carried out by specialized teams in museums or cultural institutions.
Cultural mediation promotes itself as a concept and as a methodology precisely at the moment when discussion about the title to be given to professionals working in audience participation is at its highest point.
In the 3rd edition of the conference, In name of the arts or in name of the audience, far from wanting to provide solutions for this ongoing question, we aim to encourage dialogue, critical analysis and shared knowledge about mediation concepts, audience emancipation and participation in an international context.
Carbonozero
© 2012 Culturgest