Loading
CONFERÊNCIAS
Geografia e pensamento contraintuitivo
por João Ferrão
destaque
TERÇAS-FEIRAS
6, 13, 20, 27 DE MARÇO
A sessão do dia 27 de março será apresentada no Grande Auditório que, ao contrário do que sucedeu até aqui, se encontrará disponível.
18h30 · Entrada gratuita
Levantamento de senha de acesso 30 minutos antes de cada sessão, no limite dos lugares disponíveis. Máximo: 2 senhas por pessoa.
M12
Documentação
6 de março
Flyer (pdf)
Apresentação (PowerPoint)
13 de março
Flyer (pdf)
Apresentação (PowerPoint)
20 de março
Flyer (pdf)
Apresentação (PowerPoint)
27 de março
Flyer (pdf)
Apresentação (PowerPoint)
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.

Vivemos um período de transição profunda, marcado por um passado que já não é possível prolongar e por futuros anunciados que não se irão cumprir. A visão unilinear de modernização, progresso e desenvolvimento encontra-se, hoje, profundamente abalada. Pelo contrário, instabilidade e complexidade, imprevisibilidade e contingência, são elementos centrais das sociedades contemporâneas.
Este novo contexto obriga a questionar velhas certezas, a contestar análises, a duvidar de soluções dadas como adquiridas. O pensamento contraintuitivo ganha, assim, um renovado papel. Talvez haja, afinal, mundos que não vemos, alterações que nos escapam. Talvez haja, também, espaços de esperança por identificar e soluções inteligentes por desenvolver. A Geografia tem um contributo a dar para tornar o atual período de transição mais escrutinável e inteligível, mais promissor e melhor gerido. Revelar mundos invisíveis, decifrar dinâmicas territoriais em curso, imaginar espaços desejados e propor soluções adequadas a um globo crescentemente interdependente não são tarefas fáceis. Mas a imaginação e a inteligência geográficas permitem-nos olhar de uma forma inovadora e articulada para o Mundo, a Europa e Portugal. Centrando sucessivamente a atenção em cada um destes espaços, mas adotando sempre uma visão multiescalar, o ciclo Geografia e pensamento contraintuitivo procurará ilustrar a importância de olhares geográficos transformadores no atual contexto de crise e transição.

 

João Ferrão é doutor em Geografia e investigador principal do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Especialista em Geografia Humana, ordenamento do território e desenvolvimento regional e urbano. Coordenou diversos estudos de avaliação de políticas públicas, para o Governo português e a Comissão Europeia. Foi Secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades (2005-9).

 

 

6 de março

Revelar: o Mundo que não se vê

 

13 de março

Decifrar: a Europa em transfiguração

 

20 de março

Imaginar: Portugal, território de esperança

 

27 de março
Propor: Quem ordena o território?

We live in a time of transition, marked by a past that can no longer be continued and a future that will certainly not be fulfilled. Our unilinear view of progress has been replaced by instability and complexity, forcing us to question former certainties and affording a new role to counter-intuitive thinking. Perhaps there are worlds we cannot see, changes that escape us. Geographical imagination and intelligence allow us to see the world in an innovative way, adopting a multisscale vision. João Ferrão is a specialist in human geography, land use planning, and regional and urban development.
Carbonozero
© 2012 Culturgest