facebook
Loading
Orphée Orfeu
pela Companhia Montalvo-Hervieu
destaque
© Laurent Philippe
DANÇA
SEX 16, SÁB 17, DOM 18
DE DEZEMBRO
Grande Auditório
21h30 (Dom 18 às 17h)
Duração aproximada: 1h10
20€ · Até aos 30 anos: 5€
Comprar bilhete
M10
Informações e reservas
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Bilhetes à venda
Culturgest
Agências Abreu
Galeria Comercial Campo Pequeno
Casino Lisboa
C.C. Dolce Vita
El Corte Inglés
Fnac
Megarede
Worten
www.ticketline.sapo.pt
Reservas Ticketline 1820 (24 horas)
apoio

apoio

com o apoio de:
apoio
Coreografia José Montalvo e Dominique Hervieu Cenografia e conceito vídeo José Montalvo Figurinos Dominique Hervieu assistida por Siegrid Petit-Imbert
Música Claudio Monteverdi, Christoph W. Gluck, Philip Glass, Francesco Durante, Giovanni Felice Sanches, Giuseppe Maria Jacchini, William Byrd, Luiz Bonfa, La Secte Phonétik, Sergio Balestracci Conselheira de dramaturgia Catherine Kintzler
Luz
Vincent Paoli Criado com e interpretado por: Bailarinos Stéphanie Florant, Natacha Balet, Delphine Nguyen (nome artístico Deydey), Babacar Cissé (nome artístico Bouba), Grégory Kamoun, Brahem Aiche (na apresentação em Lisboa, Brahem Aiche aparece apenas no vídeo), Luca Patuelli (nome artístico Lazylegz), Karim Randé, Stevy Zabarel (nome artístico Easley) Bailarinos-cantores Sabine Novel (soprano), Blaise Kouakou (baixo), Merlin Nyakam (baixo) Cantores e músicos Soanny Fay (soprano), Julien Marine (contra-tenor), Sébastien Obrecht (tenor/violoncelista), Florent Marie (tiorba) Colaborador vídeo Pascal Minet Infografia Franck Chastanier, Sylvain Decay, Clio Gavagni, Michel Jaen Montalvo, Basile Maffone Assistentes de coreografia Roberto Pani, Joëlle Iffrig Co-produção Théâtre National de Chaillot, Association artistique de l'Adami/“Talents Danse Adami”, Grand Théâtre de Luxembourg, Théâtre de Caen

Orfeu, a mais humana das personagens divinas, que conseguia, com as notas da sua lira, encantar os animais selvagens e emocionar mesmo os seres inanimados. Orfeu do triste destino amoroso, que afrontou os Infernos em busca da sua amada Eurídice mas não conseguiu evitar olhar para trás e a perdeu para sempre.

Com esta criação a dupla Montalvo-Hervieu convida-nos a um mergulho extravagante nas profundezas do mito de Orfeu. Estes dois filhos de Dada souberam ao longo dos anos conquistar todos os públicos, dando a ver mundos coreográficos e visuais de uma riqueza exuberante. Esta leitura do mito de Orfeu marca uma viragem no seu trabalho, a meio caminho entre a ópera e a comédia musical, misturando vídeo, hip-hop, dança contemporânea e africana, canto e mesmo dança sobre andas… Outras tantas emoções e surpresas que dão vida a uma multiplicidade de Orfeus e Eurídices. Esta versão contemporânea do mito irá, de certeza, encantar-vos.

Orpheus, who with his lyre could charm the monsters and move even the most inanimate beings. Orpheus, who braved Hades to find his beloved Eurydice, but couldn’t help looking back and so lost her forever. The Montalvo-Hervieu duo take us deep into the myth of Orpheus. These children of Dada have conquered every audience, and this reading of the myth of Orpheus marks a turning point in their work, halfway between opera and musical comedy, mixing video, hip-hop, contemporary and African dance, song and even dance on stilts… This contemporary barefoot version of the myth will surely enchant you.
© 2011 Culturgest