Seminário Sábado 12 de Abril de 2008
15h00-20h00 · AR.CO · Lotação: 40 lugares · €10 (50% de desconto para alunos do Ar.Co)*

Não me chamaria necessariamente um editor…
Christoph Keller


* AR.CORua de Santiago 18, Lisboa – Salão principal

Inscrições na bilheteira da Culturgest, pelo telefone 21 7905155, pelo fax 21 7905154 ou pelo e-mail culturgest.bilheteira@cgd.pt

Informações
21 790 51 55
culturgest@cgd.pt

Christoph Keller partirá de uma reflexão acerca da sua experiência profissional única na concepção, produção e edição de publicações de arte para abordar, de um ponto de vista muito crítico, a situação actual da actividade editorial independente no contexto da arte contemporânea.
O papel do escritor, a função de uma publicação de arte, a situação económica e o mercado nesta área, a inflação do número de livros em circulação, o mercado de troca simbólica e as estratégias de publicidade são alguns dos assuntos abordados por um dos protagonistas centrais no mundo das publicações de arte dos últimos dez anos. A segunda parte do seminário irá incidir sobre modelos alternativos de multiplicação e distribuição no domínio das bebidas espirituosas. Com base na sua experiência desde 2005 à frente de uma pequena mas já premiada destilaria para refinadas aguardentes de fruto, no Sul da Alemanha, Christoph Keller fará uma breve introdução à arte de destilar álcool, abordando o que considera ser um dos mais fascinantes segredos da história cultural e da agricultura: o saber artesanal alquímico de “transformar a água em vinho”.

Christoph Keller (Estugarda, 1969) vive e trabalha como editor, designer e curador perto de Bodensee, na Alemanha, ao mesmo tempo que dirige uma destilaria (www.staehlemuehle.de). Foi fundador e director (até 2005) de Revolver – Archiv für aktuelle Kunst, editora independente e sem fins lucrativos, sedeada em Frankfurt, com a qual publicou mais de 500 livros de arte contemporânea (www.revolver-books.de). É, desde 2007, responsável por uma série de livros de artista, sob a chancela “Christoph Keller Editions”, publicada pela editora JRP/Ringier de Zurique (www.jrp-ringier.com). Keller tem igualmente uma vasta actividade de curadoria e organização de exposições, sendo de salientar Kiosk – Modes of Multiplication, um extenso arquivo itinerante sobre a actividade editorial e o design independentes no contexto da arte contemporânea, iniciado em 2001.

Parte 1
Para além de Kiosk
A crise da actividade de edição de publicações de arte hoje

Parte 2
Para além das bebidas espirituosas
O mistério e a alquimia da destilação de “eau de vie”

Christoph Keller will reflect on his unique, professional experience in the conception, production and publication of art publications and turn a very critical eye on the current situation in independent publishing activity within the context of contemporary art. The role of the writer, the function of an art publication today, the economic situation and the market in this area, the overwhelming number of books in circulation, the symbolic exchange market and advertising strategies are just some of the topics dealt with by one of the leading players in the world of art publications in the last ten years. The second part of the seminar will deal with alternative models of growth and distribution in the field of alcoholic beverages. Based on his experience from 2005 onwards, with a small, award-winning distillery for refined, fruit-based spirits in Southern Germany, Christoph Keller will give a brief introduction to the art of distilling alcohol, dealing with what he considers one of the most fascinating secrets of cultural and agricultural history – the alchemist’s craft of “transforming water into wine”.
Christoph Keller (b. Stuttgart, 1969) lives and works as a publisher, designer and curator near Bodensee, Germany, where he also runs a distillery www.staehlemuehle.de. He was a founder and director (until 2005) of Revolver – Archiv für aktuelle Kunst, a non-profit publishing house based in Frankfurt, publishing over 500 books on contemporary art. He currently coordinates a series of new artists’ books (Christoph Keller Editions), published by the Swiss art publishing house JRP/Ringier, Zurich.
Keller is also deeply involved in curating and organising exhibitions such as “Kiosk – Modes of Multiplication”, an extensive itinerant archive, began on 2001, on independent publishing and design in the context of contemporary art.

arco