facebook
Loading
Exposição · de 17 de Fevereiro a 5 de Maio de 2007
Culturgest Porto · Entrada gratuita

Dan Perjovschi

expo

White Chalk Dark Issues, Kokerei Zollverein, Essen, 2003
Fotografia: Andreas Wiesen

Jornal da Exposição (pdf)

Conversa com Dan Perjovschi
Quarta 14 Fevereiro, 17h00
FBAUP (Faculdade Belas Artes da Universidade do Porto)
Sábado 17 de Fevereiro, 17h00
Culturgest Porto

Visitas guiadas escolas
Tel. 22 2098116 Fax. 22 2098121

Informações
21 790 51 55
culturgest@cgd.pt

 

O trabalho de Dan Perjovschi (Sibiu, Roménia, 1961) distingue-se por uma linguagem única, na sua aparência próxima do desenho de expressão infantil e claramente filiada nos códigos formais e nas suas estratégias de intervenção do cartoon. Uma linguagem simples e directa, por conseguinte, através da qual o artista comenta criticamente, com uma ironia e um humor acutilantes, questões complexas relacionadas com o mundo contemporâneo, seja a uma escala global ou local.
Dan Perjovschi desenha directamente sobre as paredes do espaço expositivo, usando ora marcador, ora giz. Mais do que site-specific, as suas instalações devem ser entendidas como context-specific: elas radicam em parte numa observação atenta e penetrante dos contextos políticos, económicos, sociais e culturais em que o artista desenvolve os seus projectos (um determinado país, uma determinada cidade, um determinado quadro institucional).
Dan Perjovschi chamou a atenção do mundo da arte com a sua instalação no pavilhão romeno na Bienal de Veneza em 1999. Tem tido, desde então, um percurso de crescente e acelerado reconhecimento internacional. O projecto realizado na Culturgest sucede a outros desenvolvidos na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa (2004), no ARC Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris (2005), na Generali Foundation em Viena (2005), na Bienal de Istambul (2005), no Museum Ludwig em Colónia (2005), na Tate Modern em Londres (2006), no Moderna Museet em Estocolmo (2006), no Portikus em Frankfurt (2006), ou no Stedelijk Museum em Amesterdão (2006).

 

Curador
Nuno Faria

 

The work produced by Dan Perjovschi (Sibiu, Romania, 1961) stands out due to its unique language, which has some similarities to children’s drawings and strong ties to cartoons, both in terms of the formal codes and the strategies adopted. His simple, direct language is a means for him to criticise complex questions from the contemporary (global and local) world with sharp irony and humour. He draws directly in the exhibition spaces, using marker-pens on white walls and chalk on black ones. His installations should be seen as context-specific rather than site-specific: they are partly rooted in close and penetrating observation of the political, social and cultural contexts in which he works (a specific country, city, institutional framework).
Dan Perjovschi first caught the art world’s attention with his installation at the Romanian pavilion in the 1999 Venice Biennial. Since then, he has gained increasing and rapid international recognition. His project at Culturgest comes after others at the ARC Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris (2005), the Generali Foundation, Vienna (2005), the Istanbul Biennial (2005), the Ludwig Museum, Cologne (2005), the Van Abbemuseum Eindhoven (2006), and Tate Modern, London (2006).

© 2011 Culturgest