facebook
Loading
Dança · Sexta 9 e Sábado 10 de Fevereiro de 2007
21h30 · Grande Auditório · Duração 1h10

Inventário
de Joclécio Azevedo


© Susana Neves
Folha de Sala (pdf) Classificação: M/12

A Culturgest associa-se uma vez mais com muito gosto a O Espaço do Tempo (Montemor-O-Novo), co-produzindo a mais recente criação de um dos coreógrafos da nova geração que mais se tem destacado nos últimos anos.

“Gosto de pensar na coreografia como uma colecção de eventos, no performer como um comissário que os selecciona, ordena e apresenta. Interessam-me os processos de apropriação, de reescrita, de exposição, de tradução, de interpretação, de produção de relações ou até mesmo de pura pirataria.
Vejo um espectáculo como um momento de crise, como um intervalo entre percursos demasiado delineados. A expectativa inicial do encontro e do acontecimento possibilita a criação de um espaço privilegiado de relação, de reformulação e de transformação.
Interessa-me explorar um corpo gestor de qualidades diversas, reversível e desequilibrado. Um corpo que comporta uma possibilidade de reconstrução da sua relação com o mundo e com o olhar do observador. Um corpo território acidentado ao qual é necessário construir acessos.”

joclécio azevedo

Ficha Técnica
Direcção artística e Coreografia Joclécio Azevedo
Música
Kubik
Figurino
Osvaldo Martins
Interpretação
Anaïs Bouts, Joana Bergano, Joclécio Azevedo, Tiago Barbosa, Vera Mota
Colaboração
Helder Dias
Direcção técnica e Desenho de luz
Mário Bessa
Fotografia
Susana Neves
Documentário, Registo em vídeo
Eva Ângelo
Produção executiva
Núcleo de Experimentação Coreográfica
Co-produção
Culturgest / O Espaço do Tempo
Apoios
Fundação de Serralves, Balleteatro, Ginasiano Escola de Dança, Culturporto / Rivoli Teatro Municipal
Projecto financiado pelo MC/IA – Ministério da Cultura / Instituto das Artes

 

Culturgest is again helping O Espaço do Tempo to co-produce the latest work by a leading new choreographer.

“I see choreography as a group of events, the performer as a curator who selects, orders and presents. I’m interested in appropriation, rewriting, exhibiting, translating, interpreting, producing relations or even piracy.
A performance is a moment of crisis, a break between over-defined paths. The initial expectations on meeting and the event create a wonderful space for relating, reformulating and transforming.
I want to explore a body with various qualities, which has the potential to rebuild its relationship with the world and the gaze of the viewer, a rough terrain that needs access routes.”

joclécio azevedo

apoios

© 2010 Culturgest