facebook
Loading
Dança · De sábado 5 a sexta 11 de Maio de 2007
11h00 (dias 6, 7, 8, 9, 10 e 11) 15h00 (dias 5, 6, 9 e 10) · Pequeno Auditório · Duração 40 min

Matrioska
Peça infantil de Tiago Guedes / RE.AL


© Dmitri Wazemski / RE.AL 2007
Folha de Sala (pdf)

Classificação: M/6

Para mais informações consulte o Serviço Educativo

A nossa Matrioska, em vez de ser uma grande boneca com outras similares lá dentro (tal como a famosa boneca russa), é uma espécie de lugar que, devido ao seu dispositivo, permite trabalhar dentro, fora, atrás, à frente, escondido e à vista, fazendo com que diferentes camadas da realidade se descubram umas às outras numa espécie de caleidoscópio de imagens e situações.
O que está dentro disto? O que estará atrás daquilo? O que é aquela sombra? Estará alguém dentro dela? Que língua canta esta cantora? O que se esconde debaixo desta forma?

Direcção e Coreografia Tiago Guedes
Interpretação Inês Jacques, Pietro Romani
Cenografia e Figurinos Catarina Saraiva
Sonoplastia Sérgio Cruz
Música Sérgio Cruz a partir da Sinfonia nº 1 em D Menor opus 13 de Rachmaninov
Desenho de luzes Mafalda Oliveira e Tiago Guedes
Operação de luz Jorge Borges
Produção delegada RE.AL
Co-produção Le Vivat, Armentières (França), Centro de Pedagogia e Animação (CPA) do Centro Cultural de Belém, Lisboa (Portugal), RE.AL, Lisboa (Portugal)
Apoio Lusitânia Companhia de Seguros, Lisantigo, Atelier RE.AL
Agradecimentos Filipe Galante (sound synthesis)
Projecto financiado pelo Ministério da Cultura / Instituto das Artes

Digressões
Armentières (França), Le Vivat, 30 de Janeiro e 2 e 3 de Fevereiro 2007
Tours (França), Centre Choregraphique de Tours, 5 e 6 de Fevereiro 2007
Lisboa (Portugal), Centro Cultural de Belém, de 3 a 11 de Março 2007
Woking (Inglaterra), Woking Dance Festival, 16 e 17 Março 2007
Utrecht (Holanda), Springdance Festival, 22 de Abril 2007
Lisboa (Portugal), Culturgest, de 5 a 11 de Maio 2007
Viseu (Portugal), Teatro Viriato, 17, 18 e 19 de Maio 2007

 

Rather than a large Russian doll with lots of other smaller ones inside, our Matryoshka is a place that allows us to work inside, outside, behind, in front, hidden and in view, so that different layers of reality can be discovered, in a kind of kaleidoscope of images and situations.
What is in here? What is behind that? What is that shadow? Is there someone in there? In what language is that singer singing? What is hidden underneath that shape?

mt
© 2010 Culturgest