facebook
Loading
Jazz · Terça 8 de maio de 2007
21h30 · Grande Auditório· Duração 1h30

Martial Solal
& Dave Douglas


Martial Solal / Dave Douglas

Folha de Sala (pdf)

Classificação: M/12

Martial Solal nasceu em 1927 na Argélia. Começou a estudar piano aos seis anos dedicando-se profissionalmente ao jazz desde os dezoito. Em 1950 vem para Paris. Com uma reputação crescente, toca em orquestras, grava com nomes como Django Reinhardt e acompanha os melhores músicos americanos que passam por Paris. A partir de 1953 inicia uma carreira como líder de diversas formações, incluindo orquestras, mas apresenta-se e grava também a solo. Em 1963 faz uma digressão pelos Estados Unidos em trio, com Tedy Kotick e Paul Motian.
A partir de 1968 tocou regularmente e gravou, na Europa e nos Estados Unidos, com Lee Konitz. Mas a galeria de nomes com quem tem colaborado é vasta e inclui, entre muitos outros, Stéphane Grapelli, Toots Thielemans, Michel Portal, Gary Peacok, Joachim Kühn. Compôs extensivamente para cinema. É também autor de obras como o Concerto para trio de jazz e orquestra, ou a Fantasia para duas orquestras, entre outros. Considerado um dos maiores pianistas de jazz europeus, Martial Solal foi distinguido pelo prémio Jazzpar de 1999.

Dave Douglas nasceu em 1963 e cresceu em Nova Iorque. Com uma sólida formação musical obtida, nomeadamente, na Berklee School of Music, no New England Conservatory e na Universidade de Nova Iorque, foi tocando com vários grupos e, entre 1987 e 1990, fez parte da banda de Horace Silver. Em 1993 iniciou a sua colaboração com John Zorn e entretanto formou os seus próprios grupos. Se, como intérprete, diz ter sobretudo sido influenciado por Woody Shaw e Miles Davis, como compositor reconhecem-se-lhe influências da música clássica contemporânea, mas também da música klezmer ou da música folk da Europa do Leste. Na última década tem-se revelado particularmente prolífico, desdobrando-se em projectos variados, sempre dignos de interesse e audição.

Rue de Seine, o CD que resultou do primeiro encontro de Martial Solal e de Dave Douglas, reúne alguns standards e composições de cada um dos músicos e está na base do concerto desta noite. Referindo-se ao disco, o crítico Nic Jones, do site All About Jazz, escreve: “Estes músicos sabem como trabalhar em conjunto a um nível tal que a ausência de outros músicos é irrelevante. O seu trabalho merece ser ouvido com a maior das atenções entre outras razões pela evidência da abundância de valores musicais”. A Revista Jazzman distinguiu-o com um Choc.

Piano Martial Solal
Trompete Dave Douglas

 

Martial Solal is from Algeria and has been a professional jazz pianist since the age of 18. He recorded with Django Reinhardt and played with leading American musicians, going on to lead various combos and record solo, as well as touring the US. He has worked with Stéphane Grapelli, Toots Thielemans and others, and received the Jazzpar award in 1999.
Dave Douglas was born in 1963 and grew up in New York. He played with several groups, and was a member of Horace Silver’s band. In 1993 he started working with John Zorn and led his own groups. His playing has many influences, such as Woody Shaw and Miles Davis.
Their first, critically acclaimed, CD Rue de Seine, forms the core of tonight’s concert.

© 2010 Culturgest