facebook
Loading
Música · Sexta 30 de Maio de 2008
21h30 · Grande Auditório· Duração 1h15

Toumani Diabaté


© Youri Lenquette

Folha de Sala (pdf)

Classificação: M/12

Toumani Diabaté nasceu na capital do Mali, Bamako, em 1965, numa família excepcional de griots (as famílias griots são as depositárias de uma longínqua tradição oral) com 71 gerações de músicos de kora. Ele é o maior virtuoso desse instrumento – uma espécie de harpa com 21 cordas, com uma caixa de ressonância feita de uma grande cabaça cortada ao meio e fechada com uma pele de vaca –, e o guardião de uma tradição clássica com mais de 700 anos. Igualmente conhecido quer pela sua incomparável execução de material tradicional, quer pelas colaborações variadíssimas, Diabaté, nas palavras da crítica Lucy Duran, da BBC Radio 3, “como Glenn Gould ou Rostropovitch, é um tipo de músico que só se encontra uma ou duas vezes na vida”.
Toumani começou a tocar kora aos cinco anos. Aos 13 fez a sua primeira aparição em público. Aos 19 anos fazia parte do grupo que acompanhava a diva Kandia Kouyate, a cantora mais conhecida do Mali e com ela viaja por todos os cantos de África. Foi a primeira de inúmeras digressões que o fizeram dar a volta ao mundo várias vezes, apresentando-se em mais de 2000 concertos.
Com 21 anos gravou o seu primeiro disco a solo, numa única tarde, sem pausas, num estúdio de Londres. Depois desse seguiram-se muitos outros. Curiosamente, o último, de Fevereiro deste ano é, de novo, um disco a solo.
O concerto desta noite tem como base esse CD.
De entre as inúmeras distinções que recebeu, contam-se o Tamani de Ouro (2003), consagrando-o como o melhor tocador de kora do mundo, o Zyriab des Virtuoses (2004), prémio da Unesco (primeiro africano negro a recebê-lo) ou o Grammy, categoria músicas do mundo (2004) pelo CD que gravou com Ali Farka Touré.

“Toumani Diabaté é o portador da chama de uma das formas de arte mais belas do mundo. É uma música venerada desde há séculos e Toumani, mestre na sua arte, produz uma música na qual essa história nobre é reafirmada e, ao mesmo tempo, permite a ligação de um público contemporâneo a uma inspiradora espiritualidade.”
Nick Gold
(produtor da editora World Circuit)

 

Kora Toumani Diabaté

 

Toumani Diabaté was born in Mali, into a family of 71 generations of kora musicians. He is the greatest virtuoso of the kora, a kind of 21-string harp with a resonating chamber made from a large gourd topped with cowhide.
BBC Radio 3’s Lucy Duran called him the kind of musician you come across once or twice in a lifetime.
He began playing at five years old. As a backing musician for Kandia Kouyate, Mali’s best-known female singer, he toured the world.
At 21 he recorded his first solo album, in one afternoon in London. His latest CD, released this year, is another solo effort.
He has won many awards, including a Grammy in 2004 for an album with Ali Farka Touré.

© 2010 Culturgest