facebook
Loading
ConFerências · Sexta 20, Sábado 21 e Domingo 22 de Junho de 2008
18h30-20h00 (dia 20) 14h30-17h15 e 17h45-20h00 (dia 21) 15h00-16h45 e 17h15-19h30 (dia 22)
Pequeno Auditório
· Duração 2h00

Para que a gente nunca se esqueça de tudo o que aprendeu na escola


Montagem de José Pedro Sousa Dias

Documentação (pdf)
20 de Junho
21 de Junho
22 de Junho

* Levantamento de senha de acesso 30 minutos antes do início da sessão, no limite dos lugares disponíveis.
Máximo: 2 senhas por pessoa.)

É já oficial, ao ponto de estar a ser estudado por especialistas de oito países europeus, em que se inclui Portugal: tal como está, o ensino secundário não consegue dar preparação científica aos alunos. Em grande medida, isto acontece porque os acontecimentos oferecidos não são postos em contexto, cobrem demasiados temas sem esforço de ligação entre eles, aparecem perante os alunos numa grande desorganização reforçada por desenhos, bandas desenhadas, fotos, diagramas, todos obviamente bem intencionados mas com tendência para criar ainda maior dispersão. Em consequência, os alunos acabam por decorar blocos de matéria para os testes, e tratam de esquecer-se dela logo a seguir. Sem a devida contextualização, o conhecimento não se fixa no cérebro. Ainda por cima, cria-se desde cedo o mau hábito de deixá-lo passar transitoriamente.
No fim-de-semana de 20 a 22 de Junho, o CEHFC (Centro de Estudos de História e Filosofia da Ciência) propõe a reunião na Culturgest de cientistas portugueses de várias áreas ligadas à educação para discutir a situação presente. Pretende-se, entre outros aspectos, analisar seriamente os benefícios da introdução da História da Ciência nos currículos, não como um bonequinho exterior ao texto mas como um fio de Ariana no labirinto, que servirá de superstrutura para tornar o ensino da ciência mais proveitoso e maximizar os seus resultados. E para que o que se aprende não se desvaneça no dia seguinte ao teste.

Programa

SEXTA 20
das 18h30 às 20h00
apresentação e moderação Clara Pinto Correia (ULHT/CEHFC)
A lição da chave: procurar onde há mais luz
José Victor Malheiros (director científico do jornal Público)
Paralelismo entre as dificuldades no ensino e a apresentação de ciência ao público: questões da compreensão pública da ciência nas suas várias vertentes

SÁBADO 21
das 14h30 às 17h15
Os novos contributos das ciências da educação

apresentação e moderação Paulo Mendes Pinto (ULHT/UL)
Experiência pessoal: razões e raízes do desconhecimento da ciência das religiões
João Correia de Freitas (UNL)
A educação no tempo da Web 2.0
Victor Teodoro Duarte (UNL)
Aprender ciência e matemática com computadores, hands on, hearts on & minds on
Mariana Valente (UE/ CEHFC)
Física e educação

das 17h45 às 20h00
A palavra do obreiro: fala quem faz

apresentação e moderação Rui Trindade (Profissional de Comunicação de Ciência
A Comunicação de Ciência na era do infoentertenimento
Luís Filipe Barreto (CCCM)
(título a anunciar)
Fernando Barriga (MNHN e FC da UL)
História da Mineralogia e da Geologia na Escola e no Museu
Rosália Vargas (Programa Ciência Viva/Pavilhão do Conhecimento)
Os semáforos da Ciência: sinais na rua

DOMINGO 22
das 15h00 às 16h45
A importância da história das ciências na compreensão científica

apresentação e moderação Joana Capucho (Professora de Biologia no Ensino Secundário)
Teresa Avelar (ULHT/CEHFC)
História da Biologia: como apresentar a evolução
Madalena Esperança Pina (UNL/CEHFC)
História da Medicina: O papel da evolução da Medicina no contexto da História da Ciência

das 17h15 às 19h30
Continuação da temática anterior
apresentação e moderação Joana Capucho (Professora de Biologia no Ensino Secundário)
Conceição Burguete (UC)
História da Química: Paradigma sistémico: a matrix do conhecimento.
Belarmino Barata (UL)
História da Bioquímica: (título a anunciar)
Augusto Fitas (UE/CEHFC)
História da Física: A história da física contemporânea, alguns cruzamentos com a história da ciência em Portugal

© 2010 Culturgest