facebook
Loading
Exposição · DE 23 DE FEVEREIRO A 11 DE MAIO de 2008
Galeria 1

Ricardo Jacinto
Earworm

expo

PARQUE Noir (Extras e Demonstrações #1), 2005 © Daniel Malhão

Concerto/Instalação Parque
22 e 24 de Fevereiro, 29 e 30 de Março, 19 e 20 de Abril
Galeria 1, 18h30

Conversa com Ricardo Jacinto
e Miguel Wandschneider

Quinta-feira, 13 de Março, 18h30

Visita guiada com Miguel Wandschneider
Sábado, 19 de Abril, 17h00

Visitas guiadas gerais
Domingos, 2 de Março e 6 de Abril, 17h00
Outras datas disponíveis para grupos organizados
(a partir de 10 pessoas)

É PROFESSOR?
Faça o download da ficha pedagógica com as propostas de exploração pedagógica para esta exposição.

Informações
21 790 51 55
culturgest@cgd.pt

 

Ricardo Jacinto (Lisboa, 1975) é um dos artistas portugueses com uma das obras mais singulares e estimulantes nos últimos dez anos. Esta exposição foi concebida como uma constelação que integra e rearticula uma parte muito significativa do seu trabalho desde o final da década de 1990. Com formação sólida em diferentes áreas (arquitectura, artes plásticas, música), Ricardo Jacinto tem vindo a desenvolver uma prática multiforme, com acentuada dimensão processual e projectual, que toma o atelier e o espaço expositivo como laboratórios, envolve frequentemente a colaboração com outros artistas e músicos, e se manifesta na utilização e combinação de meios de expressão muito diferentes, com especial ênfase na escultura, no som e na performance. Os seus trabalhos, e esta exposição entendida como um todo, convidam a uma experiência intensa em que a visão e a audição, a percepção cognitiva e a postura corporal são constantemente solicitadas.

Curadoria:
Miguel Wandschneider

Ricardo Jacinto (Lisbon, 1975) is one of the Portuguese artists who have produced the most individual and stimulating works in the last ten years. This exhibition was conceived as a constellation that includes and re-articulates a very significant part of his work since the late 1990s. With a solid background in different areas (architecture, fine arts, music), Ricardo Jacinto has been developing a multifaceted practice, with a strong emphasis on the artistic process, which takes the studio and exhibition space as laboratories. It frequently involves collaboration with other artists and musicians, using and combining very different modes of artistic expression, with special emphasis on sculpture, sound and performance. His works, and indeed this exhibition as a whole, offer an intense experience that engages both visual and aural perception, our cognitive perception and body posture.

© 2011 Culturgest