facebook
Loading
arquivo > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Dança · Quinta 6 e Sexta 7 de Novembro de 2008
21h30 · Pequeno Auditório· Duração 45 min.

Tela
De Ivo Serra. No âmbito do Festival Temps d’Images.


© Ivo Serra

Folha de Sala (pdf)

Classificação: M/12

"Corpos que medem, que marcam, que informam, enformam, constroem, subtraem, extraem, criam. Corpos que respiram, que agem, que se encontram, que se cruzam, que comunicam. Corpos que existem, que são expostos à sua própria existência.
A identificação é sempre necessária para se poder existir, identificamo-nos e existimos a partir dos outros, com os outros e entre outros...
Os corpos lançam-se no espaço e no tempo, a visão tece uma parte da memória, a memória cria as referências necessárias e as referências soltam-se na história.
Tela é uma peça com cinco artistas. Cinco corpos. Cinco pessoas numa performance com um só fim: existir. Sonoridade e texto criam, distendem /ampliam imagens e pensamentos sobre pontos de partida simples, dir-se-ia mesmo sobre um imaginário da banalidade. NÓS – os performers – executamos. É uma questão de sugestão. Ou, simplesmente, de mapear uma experiência. Resta saber, nesse acto de cartografar (coreografar), qual a medida comum dessa experiência."

Ivo Serra formou-se como actor na Escola Profissional de Teatro de Cascais e tem o 3.º ano do curso de Cinema – Imagem em Movimento do Ar.Co.
Desde 2002 integra o colectivo de artistas da Bomba Suicida, onde tem participado em algumas peças dos artistas residentes. A sua primeira criação foi o vídeo Um Passo de Cada Vez, apresentado em festivais em Espinho, Lisboa, Covilhã, Silves, Fundão, São Paulo, Rio de Janeiro e Kaliningrado. Desde então tem vindo a desenvolver os seus trabalhos combinando o vídeo com a performance: Check-In, co-criado com Ana Ribeiro, Bristol in Pieces, com os restantes artistas da Bomba Suicida e os Spaghetti Club, resultado de uma residência em Bristol, a convite do Centro de Artes Arnolfini (Prémio Portuguese Performing Arts Awards 2004-2005), Graffiti, resultado de uma residência na cidade de Nottingham, a convite do Festival Now, When I Fall, peça criada em três partes e desenvolvida durante 2005 e 2006, cuja terceira parte, o vídeo-dança fall, tem tido várias apresentações internacionais em festivais vídeo-dança (Lisboa, Porto, Rio de Janeiro, Joanesburgo). As suas criações mais recentes são Á beira, apresentada em Outubro de 2007 no Estúdio da Bomba Suicida, e o vídeo OANNES, apresentado em exposições e festivais em Almada, Lisboa e Nimes.
Além de ser um dos artistas associados e produzidos pela estrutura Bomba Suicida, Ivo Serra é o responsável pelos conteúdos de imagem e vídeo nos projectos artísticos da estrutura RE.AL.

 

Concepção e direcção Ivo Serra
Criação Adriana Sá, Ana Ribeiro, André Gonçalves, Ivo Serra e Rita Natálio
Textos Ana Ribeiro, Ivo Serra e Rita Natálio
Dispositivo cénico André Gonçalves e Ivo Serra
Som Adriana Sá e André Gonçalves
Luz Adriana Sá e Ivo Serra
Imagem Ivo Serra
Acompanhamento crítico Rita Natálio
Produção Bomba Suicida
Co-produção Bomba Suicida, Dupla Cena – Festival Temps D’Images, Culturgest
Apoio RE.AL
Design gráfico Nuno Ribeiro

Bomba Suicida é uma estrutura financiada pelo Ministério da Cultura / Direcção Geral das Artes 

 

"Bodies that measure, mark, inform. Bodies that breathe, act, meet up, communicate. Bodies that exist; that are exposed to their own existence.
Identification is always necessary if we are to exist, identify ourselves and exist with others.
Tela is a play with five artists – five bodies. Sound and script create images and thoughts from a simple starting point: ourselves."
Ivo Serra is a trained actor and has studied film. Since 2002 he has been a member of the Bomba Suicida artists’ collective. His first creation was a video, shown throughout Portugal and in Brazil. Since then he has combined video and performance. He has also worked and lived in the UK.

apoios
© 2010 Culturgest