facebook
Loading
arquivo > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Fado · Quarta 22 de Abril de 2009
21h30 · Grande Auditório· Duração 1h30

Mulheres ao Espelho
Aldina Duarte


Folha de Sala (pdf)

Classificação: M/12

Aldina Duarte deixou-se ser gente muito antes de se permitir ser fadista – aprendendo, com todo o deleite e vagar do mundo, o que a vida lhe podia oferecer e, sobretudo, o que não oferecia e às vezes era preciso ir lá arrancar-lhe. Essa sua grande sabedoria – que é simultaneamente uma ingenuidade mágica e uma força natural que cativam logo quem a conhece – deu-lhe, entre outras coisas maiores que não cabem na página, uma capacidade (rara entre os artistas) de, sem nunca deixar de ser quem é, poder afinal ser diferente a cada novo encontro, projecto, espectáculo. Não admira, pois, que existam tantas mulheres no seu espelho… Mulheres que são as várias Aldinas que lhe estrebucham no peito e saem numa voz que nunca se põe em bicos de pés – porque nela é a forma que faz brilhar a substância (e pode haver maior incandescência?) –, mas também mulheres que ela foi tomando como exemplo na vida e no fado, coisas que agora já se podem misturar sem atrito, porque ela também já não é ela sem o fado.
Mas, se nenhum dos seus discos anteriores se pode considerar gesto precipitado ou aventura precoce, a verdade é que Mulheres ao Espelho também não pode deixar de ser visto (ouvido) como o seu trabalho mais maduro, pois, sem o músculo da experiência, a atenção e a generosidade teriam um andar demasiado coxo para conseguirem chegar ao destino. E aqui não: o mergulho na tradição sai de cara lavada e moderna, feito a melhor homenagem; e o chicote da vida, mais do que ferida aberta, é pura lição para o renascimento.
O disco regista uma única Aldina, e isso já é mais do que aquilo a que temos direito; mas coloque-se agora este espelho diante de nós, num palco, e deleitemo-nos: porque a Aldina, sendo única, há-de ser ao vivo sempre outra, de fado em fado, como num infindável jogo de espelhos.
Maria do Rosário Pedreira

 

Voz Aldina Duarte
Guitarra portuguesa José Manuel Neto
Viola Carlos Manuel Proença
Som Alfredo Almeida
Luzes Paulo Mendes
Produção executiva Rita Bernardo

 

Aldina Duarte learned about life’s lessons long before becoming a fado singer. In particular, she learned that sometimes things are not offered – they have to be grasped. That worldly knowledge has enabled her to be different for each new project or show, while still remaining herself. She has created many Aldinas, derived both from her own experiences and from other women who have served as an example for her in life and fado – although now these elements can be combined at will, as she would not be the person she is without fado.
Although none of here previous CDs can be seen as precocious adventures, Mulheres ao Espelho is undoubtedly her most mature work heralding a unique Aldina – a delightful performer.

apoio
© 2010 Culturgest