facebook
Loading
Dança · Sexta 18, sábado 19 e domingo 20 de Dezembro de 2009
21h30 (dias 18 e 19) 17h00 (dia 20) · Grande Auditório· Duração 1h20

Good morning,
Mr. Gershwin
José Montalvo / Dominique Hervieu


© L. Philippe
Folha de Sala (pdf) Classificação: M/12

Há mais de vinte anos que José Montalvo e Dominique Hervieu desenvolvem o projecto de uma dança jubilatória e iconoclasta, abundante de imagens, que fala do prazer dos corpos em movimento e do tumulto da sua mistura. Desmantelando as lógicas canónicas, transgredindo as hierarquias convencionais dos registos e dos discursos, a sua arte, embora pautada pela precisão, troça dos códigos, das convenções e da conveniência. Através dela desenha-se um mosaico de estilos e de intérpretes, vestidos com as cores do mundo em que hoje vivemos.
Depois de, em Maio de 2008, terem montado, a convite da Ópera de Lyon, Porgy and Bess de George Gershwin, José Montalvo e Dominique Hervieu prosseguem a homenagem a este compositor americano que escreveu admiravelmente para dança e consagram-lhe uma nova obra coreográfica: Good morning, Mr. Gershwin.
«Que sorte ter vinte anos nos anos vinte em Nova Iorque!» entusiasmava-se Ernest Hemingway, grande admirador do compositor. Esses foram realmente os anos Gershwin: nascimento da arte urbana americana, incessante mutação das cidades, modernização galopante… fenómenos cuja vertigem marcou o compositor e que imprimiram pulsação às suas notas. É a este jovem prodígio entusiasta, livre e culto, que respirava o ar do seu tempo a plenos pulmões, que é consagrado o primeiro movimento desta criação. José Montalvo e Dominique Hervieu inspiram-se nos fantasmas da Broadway dos anos 30 – girls, cinema e songs cantadas pelos maiores intérpretes, de The man I love a I got rhythm –, e oferecem-nos um poema visual repleto de sensualidade, de sonho e de fantasia.

 

Coreografia José Montalvo e Dominique Hervieu
Cenografia e concepção de vídeo José Montalvo
Figurinos Dominique Hervieu com assistência de Siegried Petit-Imbert
Música George Gershwin
Criações sonoras Catherine Lagarde
Solo de clarinete Renaud Pion
Luzes Vincent Paoli
Criado e interpretado por Mansour ABDESSADOK, Warren ADIEN, Arthur BENHAMOU, Marie-Priska CAILLET, Katia CHARMEAUX, Emeline COLONNA, Nicolas FAYOL, Blaise KOUAKOU, Mélanie LOMOFF, Christelle NAZARIN, Sabine NOVEL, P. Lock, Karla POLLUX, Alex TUY dit Rotha
Infografia Franck Chastanier, Sylvain Decay, Amel El Kamel, Clio Gavagni, Michel Jaen Montalvo e Valérie Toumayan
Chefe de projecto Yves Favier
Colaboração artística Vincent Rafis
Colaboradores vídeo Pascal Minet e Etienne Aussel
Assistente de coreografia Joëlle Iffrig e Roberto Pani
Co-produção Le Théâtre National de Chaillot, Centre Chorégraphique National de Créteil et du Val-de-Marne / Compagnie Montalvo-Hervieu, Le Grand Théâtre de Luxembourg, La Biennale de la Danse de Lyon, Le Théâtre National de Bretagne, Het Musiktheater – Amsterdam, MC2 – Grenoble, La Maison des Arts de Créteil, Le Théâtre – Scène Nationale de Narbonne, L’Espace Jean Legendre – Théâtre de Compiègne.
Com a amável autorização de l’Opéra national de Lyon para a utilização de elementos da produção Porgy and Bess – Lyon 2008

 

José Montalvo and Dominique Hervieu have been developing a celebratory and iconoclastic dance project for over 20 years. Although very precise, their dancing makes fun of codes and conventions; their art offers a mosaic of styles and performers dressed in the colours of today’s world.
After producing Gershwin’s Porgy and Bess in 2008, Montalvo and Hervieu have furthered their homage with Good morning, Mr. Gershwin.
The 1920s were Gershwin’s years: the birth of American urban art, constant changes to cities and galloping modernity. These vertiginous phenomena left their mark on the composer and his compositions. The first movement of this creation is dedicated to that young, free and cultured prodigy.

apoios
© 2010 Culturgest