facebook
Loading
arquivo > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Exposição · DE 7 DE FEVEREIRO A 10 DE MAIO DE 2009
Galeria 2

Jochen Lempert
Trabalho de Campo
Field Work

l

 

Jornal da exposição (pdf)

 

Conversa com Jochen Lempert
e Miguel Wandschneider

Sábado, 7 de Fevereiro, 18h00

 

Visitas guiadas por Miguel Wandschneider
Sábados, 28 de Fevereiro e 21 de Março, 17h00

 

Visitas guiadas
Domingos, 8 de Março, 5 de Abril e 10 de Maio, 17h30

 

Conversation with Jochen Lempert
and Miguel Wandschneider

Saturday, 7 February, 6 pm

 

Guided tours by Miguel Wandschneider
Saturdays, 28 February, 21 March, 5 pm

 

Guided tours
Sundays, 8 March, 5 April, 10 May, 5:30 pm

 

Informações · Information
(+351) 21 790 51 55
culturgest@cgd.pt

 

Antes de eleger a fotografia como medium do seu trabalho artístico, Jochen Lempert (Moers, Alemanha, 1958) dedicou-se intensamente, entre 1979 e 1989, à realização de filmes experimentais no âmbito do colectivo Schmelzdahin. Paralelamente, entre 1980 e 1988, fez os seus estudos universitários em Biologia. De ambas as actividades ficariam traços indeléveis no seu trabalho fotográfico. Este distingue-se, desde logo, pela escolha do assunto: a vida animal, que o artista investiga com um olhar informado e uma curiosidade insaciável, nas suas diferentes formas e nos mais diversos contextos (do habitat natural ao museu de história natural, do jardim zoológico ao meio urbano), mas também nas suas manifestações e representações na vida quotidiana e na cultura material. A este interesse pela vida animal como assunto alia-se uma exploração das propriedades e da materialidade da imagem fotográfica. Jochen Lempert fotografa com uma câmara de 35 mm e a preto e branco, escolhe deliberadamente papéis que não se conformam aos padrões profissionais e tira partido, de forma prodigiosa, do processo de revelação. O seu trabalho define uma posição artística solitária, discretamente construída sem qualquer concessão às tendências e aos cânones dominantes na fotografia contemporânea.

Curadoria · Curator:
Miguel Wandschneider

Before choosing photography as the medium for his artistic work, Jochen Lempert (Moers, Germany, 1958) dedicated himself intensely, between 1979 and 1989, to the practice of experimental film within the Schmelzdahin collective. In parallel to this activity, between 1980 and 1988, he studied biology at university. Both activities were to leave indelible marks on his photographic work, which was immediately distinguished by his choice of subject matter: animal life. The artist researched this theme with an informed gaze and an insatiable curiosity, in the most diverse contexts (ranging from the natural habitat to the museum of natural history, or from the zoo to the urban environment), as well as in its manifestations and representations in daily life and material culture. This interest in animal life as a subject has been further complemented by his exploration of the properties and materiality of the photographic image. Jochen Lempert photographs in black and white with a 35 mm camera, deliberately choosing to use papers that do not conform to professional standards and taking prodigious advantage of the development process. His work defines a unique artistic position, discreetly constructed without any concession to the dominant trends and canons of contemporary photography.

© 2010 Culturgest