facebook
Loading
arquivo > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Música · Quinta 17 de setembro de 2009
21h30 · Palco do Grande Auditório· Duração 1h00

TRANSFRONTEIRAS
em interacção com a obra visual de Luís Campos
Pela OrchestrUtopica


Transurbana de Luís Campos

Folha de Sala (pdf)

Este espectáculo não tem lugares sentados

Classificação: M/12

Interacções: para lá das fronteiras
A OrchestrUtopica dedica a programação da próxima temporada à ideia de interacção. Sem dúvida uma das grandes tendências das artes e da música contemporâneas, a interacção é hoje potenciada pela emergência das plataformas digitais: cruzamentos e ligações mais puras ou mais impuras, experiências de contaminação, de explosão de limites e de fronteiras entre artes, revelação de correspondências, de interpenetrações de linguagens e de artes. Experiências que correspondem, afinal, a interrogações sobre o futuro.
Transfronteiras é uma proposta de concerto visual em que a OrchestrUtopica continua a questionar as limitações do formato dominante da recepção musical (o concerto) e a explorar novas possibilidades. A famosa ideia das correspondências de Baudelaire enunciada no século XIX não é estranha aos conceitos de convergência e integração que a história das artes desde aí não cessou de revelar – com epifenómenos historicamente conhecidos (Wagner, Cocteau, entre outros). As artes visuais neste campo têm revelado uma grande agilidade e, por isso, este concerto propõe esse encontro: entre a obra e o mundo imagético do artista Luís Campos e a música contemporânea, num acontecimento único.

 

Programa
Rui Gato Limbo
Paulo Ferreira Lopes De profundis
José Luís Ferreira Le bruit d’une tête qui frappe contre les murs d´une très petite cellule
Cornelius Cardew Treatise (pag 21 & 22)
Hildegard Westerkamp Für dich
João Pedro Oliveira L'acordeon du diable
Obra Colectiva Skypping #3
José Júlio Lopes Verschwinden II

Obras de Luis Campos:
Transurbana (1994)
A última visão dos heróis (1995)
Futuro imperfeito (2000)
Limbo (2004)
Paradise troll (2006)
Dog´s city (2008)

 

OrchestrUtopica’s coming season is dedicated to interaction – a leading movement in contemporary arts and music. Digital platforms have enhanced the trend: purer or less pure crossovers, contamination experiments, exploring the borderline between arts, and the interpenetration of artistic forms languages.
Transfronteiras is a visual concert in which OrchestrUtopica questions the limitations of the dominant format for presenting music: the concert. Such artistic convergence and integration echo Baudelaire’s correspondence theory.
The visual arts have proved to be especially flexible, and this concert combines the image-based world of artist Luís Campos with contemporary music.

apoios
© 2010 Culturgest