facebook
Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Ciclo Metasonic III
destaque
Jacob Kirkegaard
MÚSICA ELECTROACÚSTICA
CONFERÊNCIA
INSTALAÇÃO

DE QUA 14 A SÁB 17
DE ABRIL
Pequeno Auditório
21h30 · Dur. aprox.: 1h00 · M12 5 Euros (preço único)
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
A Granular é uma estrutura
financiada pela Direcção-Geral
das Artes / Ministério da Cultura
apoio
Co-produção Granular, Culturgest e Goethe Institut Lissabon

Um retrato das tendências de ponta da electroacústica, cobrindo um vasto leque de abordagens: concretismos, utilização de field recordings e found sounds, paisagismos sonoros, relações com outros idiomas musicais, criação em tempo real, etc. Várias pistas para se poder conhecer o que de mais interessante se faz nacional e internacionalmente neste âmbito e reflectir sobre os caminhos tomados pela música que recorre à tecnologia electrónica.

 

A portrait of leading-edge electro-acoustic trends covering a vast range of approaches: field recordings and found sounds, sound landscapes, links to other musical languages, real-time creation, etc. It provides several insights into what is being done in Portugal and abroad, and the pathways taken by music that uses electronic technology.

 

14 de Abril Pequeno Auditório, 21h30
Marc Matter: “Voiceover” Gira-discos
Institut für Feinmotorik Gira-discos

 

Constituído nas margens da club music, um quarteto de DJs experimentais que tem a particularidade de utilizar os gira-discos sem discos, manipulando as agulhas com uma grande variedade de objectos e de superfícies. O mote perseguido é suficientemente esclarecedor: “Produzir quase nada a partir de quase nada.” A música é polirrítmica mas minimalista, um misto de pulsação repetitiva, identificável com o techno, e de parasitagens sonoras com efeito textural. Na primeira parte do concerto, uma actuação a solo de Marc Matter com discos de spoken word e poesia fonética.

 

A quartet of experimental DJs on the fringe of club music, who use turntables without records. Instead, they manipulate the needles with all kinds of objects and surfaces, “producing almost nothing from almost nothing”. Their music is polyrhythmic and minimalist, culling from techno, and employing textural effects. In the first part of the concert Marc Matter will use spoken-word discs and phonetic poetry.

 

15 de Abril Pequeno Auditório, 21h30
Reinhold Friedl Ensemble

Reinhold Friedl Interior do piano, direcção
Ulrich Mitzlaff, Miguel Mira Violoncelo
Hernâni Faustino Contrabaixo
Miguel Cardoso, Pedro Lopes Electrónica

 

Com formação em matemática e musicologia, Reinhold Friedl vem centrando a sua atenção no interior do piano, para tal estabelecendo um rol de técnicas inéditas, e dirige o singular ensemble Zeitkratzer, intérprete de composições de autores das mais variadas tendências, indo de Xenakis a Lou Reed, com passagem por Merzbow e Lee Ranaldo (Sonic Youth). Nesta visita a Portugal, dirige uma formação electroacústica de músicos nacionais com actividade nos domínios da improvisação e do experimentalismo.

 

Trained in maths and musicology, Reinhold Friedl has focused his attention on the inside of the piano, and has established a raft of new techniques. He leads the Zeitkratzer ensemble, playing music by the widest range of composers, spanning Xenakis to Lou Reed and Lee Ranaldo (Sonic Youth). In Portugal he will head an electro-acoustic group of Portuguese improvisational and experimental musicians.

 

16 de Abril Pequeno Auditório, 21h30
Carlos “Zíngaro” Violino, electrónica
Axel Dorner Trompete, electrónica
Norbert Moslang Electrónica

 

Encontro do violinista português Carlos “Zíngaro” com uma das figuras de referência do trompete extensivo, Axel Dorner, e com um dos mais surpreendentes bruitistas da actualidade, o mestre das cracked-everyday electronics Norbert Moslang. Se “Zíngaro” foi um pioneiro da electrónica live em Portugal e continua a manter-se na primeira linha da inovação musical, Dorner está a revolucionar a arte trompetística e o ex-Voice Crack vem demonstrando que a música electrónica tem uma vida para além dos computadores.

 

Portuguese violinist Carlos “Zíngaro” combines with leading trumpeter Axel Dorner and the master of cracked-everyday electronics, Norbert Moslang. “Zíngaro” was a pioneer of live electronics in Portugal and is still at the forefront of musical innovation; Dorner is revolutionizing the trumpet; and Moslang has shown that electronic music has a life beyond computers.

 

17 de Abril Pequeno Auditório, 21h30
Luigi Archetti
Guitarra eléctrica, electrónica
Bo Wiget Violoncelo, electrónica

 

Apesar de em simultâneo desenvolverem percursos a solo, é em duo que Luigi Archetti e Bo Wiget devem uma boa parte da sua projecção internacional. Passa esta por intervenções em projectos intermedia, associando vídeo e dança, neste último caso com colaborações que envolveram a portuguesa Vera Mantero. A música que tocam vai beber tanto à livre-improvisação como ao ambientalismo e à música electroacústica, com um toque do psicadelismo que Archetti pratica enquanto membro do grupo de krautrock alemão Guru Guru.

 

Although they also have solo careers, Luigi Archetti and Bo Wiget are just as well known internationally as a duo. The latter has been involved in intermedia projects combining video and dance, in the latter case involving Portugal’s Vera Mantero. Their music ranges from free improv. to electro-acoustic music, with a hint of psychedelia from when Archetti was a member of the krautrock group Guru Guru.

 

Jacob Kirkegaard: Conferência e Instalação Entrada gratuita
Conferência
14 de Abril · Sala 2 · 18h30
Labyrinthitis – Instalação sonora
14 de Abril · 18h30-21h30
De 15 a 17 de Abril · 15h-21h30

 

Apresentação da premiada instalação sonora Labyrinthitis, com base nos sons gerados dentro do ouvido humano (as chamadas “emissões otoacústicas”), no primeiro dia com uma actuação performativa do seu próprio autor. Jacob Kirkegaard tem como principal motivação revelar os mundos auditivos que normalmente estão longe do nosso alcance (por exemplo, geysers, dunas de areia, centrais nucleares e antenas de televisão), para o efeito chegando a montar aparelhos electromagnéticos de sua própria invenção.

 

A presentation of the award-winning sound installation Labyrinthitis, based on sounds generated inside the human ear. The first day features a performance by their composer, Jacob Kirkegaard, whose main aim is to reveal auditory worlds that are usually beyond our reach.

 

Mais concertos, acções pedagógicas e debates no Goethe Institut.

© 2010 Culturgest