facebook
Loading
arquivo > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Quando os convidados se tornam anfitrião / Porto:
Estratégias artísticas para encontrar hospitalidade no espaço público
When guests become host / Porto:

Artistic strategies in the public domain
WochenKlausur, Supersudaca, Freee
Curadora: Danielle van Zuijlen
EXPOSIÇÃO
DE 24 DE JULHO
A 16 DE OUTUBRO
INAUGURAÇÃO
24 DE JULHO, PELAS 16H00
17H00:
Património Desocupado
Debate organizado por WochenKlausur
Participantes:
Patricia Maria Carvalho (jornalista)
Paulo Castro Seixas (sociólogo)
Nuno Valentim (arquitecto)
Galeria CGD, Porto
Entrada gratuita
Visitas guiadas a grupos escolares e/ou organizados
(a partir de 10 pessoas)

Inscrições e informações:
Tel. 22 2098116 · Fax. 22 2098121 susana.sameiro@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
destaque
Freee
Não podes comprar um mundo novo (Isto é a felicidade / Tu não estás perdido), Porto, 2010
Fotografia: Alice Evans

Quando os convidados se tornam anfitrião é um projecto de pesquisa em curso que se debruça sobre estratégias para “encontrar hospitalidade” no espaço público. Três colectivos foram convidados a propor projectos na cidade do Porto. Os arquitectos de Supersudaca e os artistas de WochenKlausur instalaram os seus escritórios no espaço de exposições da Culturgest, desenvolvendo as suas propostas em estreita colaboração com participantes locais. Os Supersudaca desenvolvem uma pesquisa sobre 100 locais, acontecimentos ou rituais já desaparecidos da cidade para formar um guia alternativo, denominado Tarde demais!, que contraria a forma como as cidades são rotuladas, transaccionadas e consumidas como meros produtos turísticos. Os WochenKlausur investigam as razões para inúmeros edifícios estarem degradados no centro da cidade, introduzindo um modelo de recuperação de casas de baixo custo realizado por estudantes que recebem como contrapartida o acesso a habitação gratuita. Na abertura da exposição, os WochenKlausur organizam um debate sobre o fenómeno dos edifícios vagos no centro da cidade do Porto, a sua relação com o património cultural da cidade e as possíveis soluções para o problema. Freee (Reino Unido) instalou slogans nas montras de uma rua comercial, a Rua Fernandes Tomás, trazendo estes slogans para a galeria de exposições através de painéis publicitários e balões, “convocando um novo mundo para ocupar o seu lugar”.

Quando os convidados se tornam anfitrião procura dar conta das várias estratégias usadas pelos diferentes colectivos para tornar o pensamento crítico uma parte importante do espaço público.

 

Sobre os colectivos participantes:

 

Os WochenKlausur (Áustria) trabalham a convite de instituições artísticas no desenvolvimento e implementação de pequenas mas muito concretas propostas para colmatar défices de ordem sociopolítica. Na senda de muitos artistas do século XX que tomaram parte activa na construção da sociedade, os WochenKlausur encaram a arte como uma oportunidade de alcançar melhorias duradouras na coexistência humana.

 

De forma quase teimosa, o colectivo de arquitectos latino-americanos Supersudaca recusa acreditar que a única área disponível para os arquitectos trabalharem é na construção de moradias para gente endinheirada. Os Supersudaca ligam o campo da arquitectura à pesquisa e acções críticas directamente relacionadas com a percepção pública, recorrendo frequentemente ao modelo do workshop para trabalhar com estudantes universitários de todo o mundo.

 

Freee (Reino Unido) é um colectivo composto por três artistas (Dave Beech, Andy Hewitt e Mel Jordan) que desenvolvem em conjunto slogans, painéis publicitários e publicações que desafiam a colonização comercial e burocrática da produção de opinião na esfera pública. Freee ocupa a esfera pública com trabalhos que tomam posição, que dizem o que lhes vai na cabeça e que dividem as opiniões.

 

When Guests Become Host is an ongoing research project looking into artistic strategies for “finding hospitality” in the public domain. Three collectives were invited to propose and realize projects in the city of Porto. The architects of Supersudaca and the artists of WochenKlausur have installed their offices in the exhibition space of Culturgest, where they develop proposals for Porto in close collaboration with local participants. Supersudaca is researching 100 places, events and rituals that have already disappeared from the city, seeking to bring them together in the form of an alternative guidebook. Entitled Too Late!, this guide rejects the way cities tend to be branded, sold and consumed as merely tourist products. WochenKlausur examines the reasons behind the many empty and rundown houses in the city centre, introducing a model for low-budget renovation by students, who are rewarded with the right to free housing. During the opening of the exhibition, WochenKlausur will organise a panel discussion on the phenomenon of vacant buildings in the Porto city centre, its relationship with the city’s cultural heritage sites and possible solutions to this problem. Freee has placed slogans in the windows of a shopping street, bringing these same slogans back into the gallery on billboards and balloons, “calling up a new world to take its place”. When Guests Become Host aims to provide an insight into the strategies used by the participating collectives to turn critical ideas into a relevant part of the public domain.

 

On the participating collectives:

 

WochenKlausur (Austria) works at the invitation of art institutions on developing and implementing small, but very concrete proposals for improving socio-political shortcomings. In keeping with the work of many twentieth-century artists who understood how to actively take part in the shaping of society, WochenKlausur sees art as an opportunity for achieving long-term improvements in human coexistence.

 

In an almost stubborn way, the Latin American architects’ collective Supersudaca refuses to believe that the only area left for architects to work in is the building of villas for rich people. Supersudaca connects the architectural arena with critical research and actions directly related to public perception, often using the workshop format to work with students from universities all over the world.

 

Freee (United Kingdom) is a collective composed of three artists (Dave Beech, Andy Hewitt and Mel Jordan) who work together on slogans, billboards and publications that challenge the commercial and bureaucratic colonisation of the public sphere of opinion-making. Freee occupies the public sphere with works that take sides, speak their minds and divide opinions.

© 2010 Culturgest