facebook
Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
doclisboa 2010
VIII Festival Internacional de Cinema
destaque
© Malick Sidibé
CINEMA
DE QUI 14 A DOM 24
DE OUTUBRO
Grande e Pequeno Auditórios
11h00 – 23h00 · 3,5 Euros (estudantes: 3 Euros)
Preços especiais: voucher de 10 bilhetes e grupos escolares
Filmes legendados em português

Programa disponível em www.doclisboa.org.
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Organização
apoio
Co-produção
apoio
apoio
apoio
financiamento
apoio
apoio
apoio
apoio
Marca associada
apoio

O doclisboa presta este ano homenagem a uma figura tutelar, referência máxima e fundadora do cinema documental: Joris Ivens, o holandês voador (1898-1989).

A monumental obra de Ivens, rodada nos 5 continentes, foca as principais transformações históricas, sociais e políticas do mundo ao longo do século XX e permite traçar um retrato fascinante de um universo em rápida transformação.

Viajante ímpar, Joris Ivens é também um exemplo do cruzamento entre a poesia da imagem (Chuva, A Ponte, La Seine a Rencontré Paris) e da participação política (Terra de Espanha, Paralelo 17). A sua companheira e co-realizadora de mais de uma dezena de filmes, Marceline Loridan-Ivens, sobrevivente dos campos de extermínio nazis, estará em Lisboa para uma masterclass onde discutirá o seu próprio percurso e o de Joris Ivens, através da história do cinema.

Dois outros cineastas de referência absoluta estarão presentes no doclisboa, com mostras retrospectivas e debates públicos: Jørgen Leth e Marcel Ophüls.

O país convidado do doclisboa 2010 é a Suíça, onde o cinema documental é marcado por um cruzamento permanente de culturas e línguas dentro da própria Europa.

A secção temática do festival intitula-se este ano «A Cidade e o Campo» e parte da matéria eminentemente cinematográfica constituída por este binómio. O documentário português, que o doclisboa procura sempre promover, terá destaque na secção de abertura, com a estreia absoluta do aguardado filme de Miguel Gonçalves Mendes sobre a relação entre José Saramago e Pilar del Rio (José & Pilar), rodado ao longo de quatro anos, e co-produzido por El Deseo (Almodóvar, Espanha) e 02 (Fernando Meirelles, Brasil).

As obras de destaque no último ano (apresentadas em Berlim, Cannes ou Veneza) estarão presentes nas várias competições, com curtas, médias e longas-metragens de criação, bem como na secção «Investigações».

Finalmente, os «Riscos», secção de fronteira, reúne os mais recentes filmes que estabelecem a ponte entre a ficção, o ensaio e o documentário.

This year Doclisboa pays tribute to Joris Ivens, the Dutch master who portrayed the 20th century’s main historical and political changes. His widow and co-director Marceline Loridan-Ivens will be holding a master-class. Two other remarkable film-makers will also be subject to special retrospectives: Jørgen Leth and Marcel Ophüls. Doclisboa’s guest country this year is Switzerland, whose documentaries combine three different cultures. Portuguese documentaries will be highlighted at the official opening with the world première of the awaited film about the writer José Saramago and his wife Pilar del Rio.
© 2010 Culturgest