facebook
Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Mostly Other People
Do the Killing

Ciclo “Isto é Jazz?” Comissário: Pedro Costa
destaque
JAZZ
QUA 26 DE MAIO
Pequeno Auditório
21h30 · Duração: 1h30 · M12 5 Euros (preço único)
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Trompete Peter Evans Saxofone alto Jon Irabagon
Contrabaixo Moppa Elliott Bateria Kevin Shea

Dos Mostly Other People Do the Killing (MOPDTK), sediados em Nova Iorque com 4 CD’s editados, diz Moppa Elliott, líder do grupo: “mais do que confinar a música a um só estilo ou período histórico, os MOPDTK fundem todo o espectro do jazz e das várias formas da música improvisada numa só costura sem pontos vísiveis, um Uber-Jass (n.t. para além do Jazz)”. Eles próprios auto-intitulam-se como “New York’s Terrorist Be-Bop Uber-Jass Quartet”.
Elliott cresceu numa família de académicos e a banda sonora da sua infância foi o vasto catálogo de gravações de jazz que o seu pai ouvia constantemente. Para além de o expor directamente à música, o seu pai, com frequência, em vez de histórias de embalar contava-lhe pequenas anedotas do mundo do jazz. Dessa forma o humor e o Jazz sempre estiveram ligados para Elliott.
Habitualmente comparados às extravagantes bandas holandesas ICP ou o Willem Breuker Kollektief ou até mesmo aos nova-iorquinos Sex Mob pela acutilância e humor das composições e arranjos, a verdade é que a música dos MOPDTK difere bastante no tipo de abordagem e até na execução que acaba por estar muito mais próxima do bebop, por um lado, e da livre improvisação, por outro.
A riqueza da música dos MOPDTK vem de todos os membros do grupo, gozando todos eles de total liberdade para se aproximarem ou distanciarem do tema a todo o momento numa técnica que eles próprios apelidam de “light-switch jazz”.
Os músicos dos MOPDTK fazem exactamente o oposto do habitual, isto é, tentar camuflar influências e criar algo novo. O que eles procuram é tentar descobrir o que é o quê a uma velocidade vertiginosa. A realidade é que se todos estamos completamente submersos em informação, porque não usar isso na música?
Com isto criaram os MOPDTK uma música original, divertida e progressiva como nunca se viu.

Formed in 2003, Mostly Other People Do the Killing (MOPDTK) led by bassist and composer Moppa Elliott is a quartet based on the idea that jazz is not just alive and kicking, but can also be fun and captivating.
Elliott comes from an academic family and he grew up surrounded by jazz. His father used to tell him amusing tales about the jazz world, so he has always seen a link between jazz and humour.
Although often compared to Dutch bands ICP and the Willem Breuker Kollektief, or even New York’s Sex Mob, MOPDTK are in fact quite different. Their approach is closer to bebop combined with free improvisation. The band features Peter Evans on trumpet, Jon Irabagon on saxophone, Moppa Elliott on bass and Kevin Shea on drums.
© 2010 Culturgest