facebook
Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Vilde Frang
e Michail Lifits
Ciclo Concertos no Palco
destaque
© Niclas Jessen / © Felix Broede
MÚSICA
SÁB 8 DE JANEIRO
Palco do Grande Auditório
18h00 · Duração aprox: 1h20
com intervalo · M12 · 10 Euros
Até aos 30 anos: 5 Euros
Mais Info
Folha de Sala (pdf)
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Violino Vilde Frang Piano Michail Lifits

Nascida em Oslo em 1986, Vilde Frang tem já uma intensa carreira internacional, tendo tocado com grandes orquestras sob a direcção de aclamados maestros ou participado em agrupamentos de câmara com músicos como Gidon Kremer, Yuri Bashmet, Martha Argerich, Renaud e Gautier Capouçon, entre outros. Premiada várias vezes, Vilde Frang foi Jovem Artista do Ano 2010 da editora EMI Classics, para quem gravou um CD com os concertos para violino de Sibelius e Prokofiev que teve uma recepção entusiástica da crítica. Sem dúvida, uma das melhores violinistas da sua geração.
Michail Lifits nasceu em 1982 na capital do Uzbequistão no seio de uma família musical. Aos 9 anos de idade deu o primeiro concerto no seu país natal, seguindo-se uma série de outros na Rússia, Ucrânia, Áustria, Itália, Alemanha, França, Suíça e EUA. Estudou em Hanôver e mais tarde com Boris Petrushansky em Imola, Itália. Primeiro prémio em vários concursos internacionais de piano em Itália, venceu a edição de 2009 do Hilton Head International Piano Competition (EUA) e do concurso Busoni (Itália), prosseguindo uma preenchida carreira pela Europa e Estados Unidos.
Estes dois jovens e excepcionais intérpretes escolheram para iniciar e concluir o seu recital duas belíssimas sonatas românticas, obras de juventude dos seus autores – ainda que a de Schubert tenha sido publicada 23 anos após a sua morte. A primeira parte do programa conclui-se com uma curta, leve, alegre peça virtuosística de Pablo Sarasate, um dos mais virtuosos violinistas da sua geração. E a iniciar a segunda parte poderemos ouvir um dos marcos da música moderna polaca, uma obra que Lutoslawski escreveu já com mais de 70 anos. Este mesmo programa, vão apresentá-lo numa digressão europeia que inclui o prestigiado auditório do Museu do Louvre.
Dois músicos superlativos em estreia em Portugal para interpretarem um programa muito bem construído, variado e cheio de beleza e emoção. Uma excelente forma de iniciar o ciclo 2011 de música de câmara ao fim da tarde, em que intérpretes e público se encontram no palco do nosso auditório principal.

 

 

Programa

 

Witold Lutoslawski (1913-1994)
Partita para violino e piano
I. Allegro giusto;
II. Ad libitum;
III. Largo;
IV. Ad libitum;
V. Presto

 

Franz Schubert (1797-1828)
Sonata para violino e piano em La Maior, op. posth. 162, D. 574, “Grand Duo”
I. Allegro moderato;
II. Scherzo (presto);
III. Andantino;
IV. Allegro Vivace

 

(intervalo)

 

Pablo Sarasate (1844-1908)
Danza Espanola no 3: Romanza Andaluza, op. 22, no 1

 

Isaac Albéniz (1860-1909)
Sevilla, op. 47, no 3 (arranjo para violino e piano de Jascha Heifetz)

 

Richard Strauss (1864-1949)
Sonata para violino e piano em Mi bemol Maior, op. 18
I. Allegro ma non troppo;
II. Improvisation. Andante cantabile;
III. Finale. Andante – Allegro

Born in Oslo in 1986, Vilde Frang has played in orchestras led by great conductors, and in chamber music groups with Gidon Kremer, Yuri Bashmet, Martha Argerich and others. She was EMI Classics’ 2010 Young Artist of the Year, and is one of the finest violinists of her generation.
Michail Lifits was born in 1982 in Uzbekistan. He gave his first concert at the age of nine, and went on to play throughout the world. He studied in Hanover and Italy, and won the 2009 Hilton Head International Piano Competition.
Their performance will include Schubert (a piece published posthumously), R. Strauss, a lively piece by Pablo Sarasate, and another by Lutoslawski. This is the first time these two musicians have played in Portugal.
© 2011 Culturgest