facebook
Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Jorge Vaz de Carvalho
e João Paulo Santos
Ciclo Concertos no Palco
destaque
© Alfredo Rocha
MÚSICA
SÁB 9 DE ABRIL
Palco do Grande Auditório
18h · M12 · Dur.: 1h c/ intervalo
10 Euros · Até aos 30 anos: 5 Euros
Mais info
Folha de sala (pdf)
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Barítono Jorge Vaz de Carvalho Piano João Paulo Santos

Dois dos mais excelentes intérpretes nacionais apresentam um programa sedutor de lied e da sua correspondente francesa, a mélodie. Formas musicais em que, sobre um poema de recorte literário, se constrói uma canção para ser interpretada por uma voz solista acompanhada ao piano.
O lied marcou o romantismo alemão, a mélodie surgiu um pouco mais tarde, em meados do século XIX e subsiste no século XX, com compositores como os que podemos ouvir neste recital.
O programa do concerto inicia-se com um curto ciclo de três canções de Schumann sobre poemas de Heinrich Heine em que se conta, com algum sarcasmo, uma história de amor não correspondido. Segue-se o ciclo de Mahler sobre poemas de Friedrich Rückert. Foi estreado em 1905 na versão orquestral dirigida pelo compositor. Os poemas aqui reunidos são independentes entre si, não contam nenhuma história, mas todos falam do amor. A canção Liebst du um Schönheit (“Se amas pela beleza”) foi um presente de Mahler à sua mulher Alma.
Depois do intervalo é tempo de ouvirmos as mélodies. Ibert, um classicista aberto ao modernismo, sempre de uma grande elegância, compôs estas Chansons de Don Quichotte para a banda sonora de um filme de Pabst, grande realizador austríaco. Os produtores convidaram dois compositores para escreverem as canções e depois escolherem as que achassem melhores. Ibert foi preferido a Ravel. As Chansons gaillardes foram compostas por Poulenc sobre textos anónimos do século XVII de uma alegria licenciosa que o compositor trata de uma forma franca e directa que não cede à vulgaridade.

 

Programa

 

Robert Schumann (1810-1956)
Der arme Peter, op. 57, nº 3

Der Hans und die Grete
In meiner Brust
Der arme Peter wankt vorbei

 

Gustav Mahler (1860-1911)
Rückertlieder

Ich atmet’ einen linden Duft!
Liebst du um Schönheit
Blicke mir nicht in die Lieder!
Ich bin der Welt abhanden gekommen
Um Mitternacht

 

Jacques Ibert (1890-1962)
Chansons de Don Quichotte

Chanson du départ de Don Quichotte
Chanson à Dulcinée
Chanson du Duc
Chanson de la mort de Don Quichotte

 

Francis Poulenc (1899-1963)
Chansons gaillardes

La Maîtresse volage
Chanson à boire
Madrigal
Invocation aux Parques
Couplets bachiques
L’Offrande
Sérénade
La belle jeunesse

Two excellent Portuguese musicians present a seductive programme of lieder and their French counterpart, mélodies, consisting of songs composed from poems for solo voice with piano accompaniment.
The first part of the concert includes songs composed by Schumann from poems by Heinrich Heine and by Mahler from poems by Friedrich Rückert. After the interval come the mélodies: Ibert’s elegant Chansons de Don Quichotte, composed for the soundtrack of a film by Pabst, and Poulenc’s Chansons gaillardes, based on anonymous 17th-century texts.
© 2011 Culturgest