facebook
Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Zona Letal, Espaço Vital
Obras da Colecção
da Caixa Geral de Depósitos
Curadoria: Sara Antónia Matos
EXPOSIÇÃO ITINERANTE
Museu de Arte Contemporânea de Elvas
De 16 de Abril a 3 de Julho
Inauguração
16 de Abril, 16h
Museu de Arte Contemporânea
de Elvas
Rua da Cadeia, 7350 Elvas
Tel. 268 637 150
Horário: das 10h às 13h e das 15h às 18h30. Encerra à 2ª feira e na manhã de 3ª feira.

1 Euro: dos 12 anos aos 18 anos e reformados/pensionistas;
2 Euros: maiores de 18 anos;
Entrada gratuita: menores de 12 anos, domingos de manhã, feriados, Dia Internacional dos Museus (18 de Maio), visitas de estudo, agentes culturais, membros da APOM e do ICOM, investigadores, jornalistas, mecenas do museu, cartão da Idade de Ouro.
Ateliers de som, poesia,
desenho e escrita;
Visitas guiadas
Pré-escolar, 1º e 2º ciclos
De 16 de Abril a 3 de Julho

Workshop com a artista Armanda Duarte a partir de propostas de outros artistas na exposição
3º ciclo, ensino superior
e público geral
4, 11, 18, 25 de Maio e 4 de Junho (adiado para dia 8 de Junho).

Actividades educativas (pdf)
Coordenação: Teresa Santos

Mais info
Vista da exposição (pdf)
www.cm-elvas.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
apoio
destaque
Rosângela Rennó, Experiência de cinema (pormenor), 2004-2005. Cortesia da artista · Fotografia: Ding Musa
O projecto de itinerância da Colecção da Caixa Geral de Depósitos apresenta a sua terceira edição. A exposição Zona Letal, Espaço Vital procura aproximar o espectador de algo a que geralmente não tem acesso: o processo criativo. Sabendo que este não é rígido nem visível e que cada artista desenvolve procedimentos singulares de criação, pretendeu mostrar-se que as obras não são o resultado de um desenvolvimento linear. A exposição é também o terreno onde o limite e a possibilidade de diálogo, entre o corpo e as obras, são testados. Deste modo, desafia-se o espectador a fazer resgates na memória e a usar o saber do seu corpo para apreender as múltiplas dimensões do espaço.
A primeira apresentação de Zona Letal, Espaço Vital terá lugar no Museu de Arte Contemporânea de Elvas. Serão apresentadas obras de Armanda Duarte, Carmela Gross, Fernanda Fragateiro, Fernando Calhau, Francisco Tropa, Helena Almeida, João Penalva, Joaquim Bravo, Jorge Molder, José Pedro Croft, Leonor Antunes, Luisa Cunha, Marta Wengorovius, Michael Biberstein, Noronha da Costa, Pedro Cabrita Reis, Ricardo Jacinto, Rui Chafes, Rui Toscano e Waltercio Caldas.
The third cycle of exhibitions based on the Colecção da CGD, now being curated by Sara Antónia Matos under the title Lethal Zone, Vital Space, is designed to bring its audience closer to something they do not normally have access to – the creative process. Since this process is neither immutable nor visible, and all artists have their own unique creative procedures, the aim is to challenge the idea that the artistic process is the result of a linear development.
This exhibition brings into discussion the limits and possibilities of dialogue between body and art work, challenging spectators to recall their memories and use the knowledge of their own bodies to apprehend the multiple dimensions of space.
Lethal Zone, Vital Space is first being presented at the Museu de Arte Contemporânea de Elvas, and will include works by Armanda Duarte, Carmela Gross, Fernanda Fragateiro, Fernando Calhau, Francisco Tropa, Helena Almeida, João Penalva, Joaquim Bravo, Jorge Molder, José Pedro Croft, Leonor Antunes, Luisa Cunha, Marta Wengorovius, Michael Biberstein, Noronha da Costa, Pedro Cabrita Reis, Ricardo Jacinto, Rui Chafes, Rui Toscano and Waltercio Caldas.
The exhibition will be accompanied by the publication of a catalogue and a series of educational activities.
© 2011 Culturgest