facebook
Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Willem Oorebeek
Aglaia Konrad
CONVERSAS
SÁB 2 DE ABRIL
Pequeno Auditório
17h (Willem Oorebeek)
18h15 (Aglaia Konrad)
Entrada gratuita
Falado em inglês, sem tradução
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
destaque

A conversa com Willem Oorebeek (Pernis, Holanda, 1953) acerca da sua prática artística tem como ponto de partida o livro Monolith+++, publicado no contexto da sua exposição Monolith: Once or Many, que decorreu na Culturgest, no Verão de 2008.
O trabalho de Willem Oorebeek emerge de um fascínio pela omnipresença e pelos diferentes usos da imagem e do texto impressos na sociedade contemporânea. A escolha dos meios de impressão para a realização do seu trabalho revela-se assim instrumental, não só por relação com o assunto das obras, mas também para explorar questões que desde sempre lhe interessaram, como as da reprodução, repetição, autoria e originalidade.

 

A conversa com Aglaia Konrad (Salzburgo, 1960) irá incidir sobre três livros seus: Elasticity (Roterdão, NAI Publishers, 2002), Iconicity (Colónia/Antuérpia, Walther König/De Singel, 2005) e Desert Cities (Zurique, JRP/Ringier, 2008).
Aglaia Konrad é uma artista que recorre à fotografia e ao vídeo como media, para desenvolver, com um entusiasmo infeccioso, uma pesquisa visual sobre a arquitectura e o espaço urbanos. Exemplos de utopias locais, de modernismo programático e de pragmatismo eufórico são encadeados em ensaios visuais acerca de uma forma de vida inconfundivelmente contemporânea – a metrópole urbana.

The book of Willem Oorebeek (Pernis, Holland, 1953) Monolith+++ – published in the framework of his exhibition Monolith: Once or Many, held at Culturgest in the summer of 2008 – provides the framework for a conversation with the artist.
The work of Willem Oorebeek issues out of a fascination with the omnipresence and multiple uses of the printed image and text in contemporary society. The choice of printing media in his practice is thus instrumental not only in relation to the subject matter of the works, but also in order to deal with issues that have always interested him, such as reproduction, repetition, authorship and originality.


The conversation with Aglaia Konrad (Salzburg, 1960) will be centred on three of her books: Elasticity (Rotterdam, NAI Publishers, 2002), Iconicity (Cologne/Antwerp, Walther König/De Singel, 2005) and Desert Cities (Zurich, JRP/Ringier, 2008).
Aglaia Konrad is an artist who, with infectious enthusiasm, uses photography and video as media for undertaking visual research into urban space and architecture. Examples of local utopias, programmatic modernism and euphoric pragmatism are linked together in visual essays about an unmistakably contemporary way of life – the urban metropolis.

© 2011 Culturgest