facebook
Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
Hype Williams

Ciclo de concertos comissariado por filho único
destaque
Capa de um LP sem título, 2010 (pormenor)
MÚSICA
SEX 20 DE MAIO
Culturgest Porto
22h · Duração aprox. 50 min.
M12 · 5 Euros (preço único)
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Bilhetes à venda nos locais habituais e na Culturgest Porto – Galeria, na Avenida dos Aliados 104, no horário de funcionamento da galeria e no dia do espectáculo, até à hora de início do mesmo.


apoio
Formação londrina composta por Inga Copeland e Roy Blunt, com uma biografia elíptica e um percurso discográfico iniciado em 2009, os Hype Williams são das propostas mais vitais e fascinantes da música britânica surgidas na última década.
A sua identidade nunca é pública e totalmente clarificada, e é nesse tipo de neblina que, de resto, todo o seu trabalho existe. Numa época de cada vez mais apropriações, de plágios sustentados em naïveté, e da ultra-democratização da criação artística, os Hype Williams pegam numa série de tácticas de delito artístico como filosofia e estratégia deliberadas.
Utilizam como matéria para as suas peças vários fragmentos, detritos e pérolas da cultura pop, da mais planetária até à que espera que o tempo volte e lhe tire o pó de cima, produzindo uma aglutinação e mescla destes elementos, cada um deles devidamente descontextualizado da sua fonte original e parte integrante de um novo objecto sonoro.
Quando a cultura de massas mercantiliza em crescendo a ideia de que podemos consumir a diferença e a singularidade em cadeias multinacionais, os Hype Williams não só entendem e recusam esse paradoxo, como erigem um trabalho assente primariamente no tratamento de uma auto-iconografia que permanece intocável, por sucessivamente se transmutar dentro de uma realidade com a qual está em constante diálogo.
Deles podemos sempre esperar, a cada actuação, um novo alinhamento de peças, trabalho, performance e enquadramento/afirmação no espaço. A intangibilidade e a irrepetibilidade sempre foram dos bens mais preciosos da criação artística, e aqui são saudável e benigna obsessão.
Pedro Gomes / filho único
The London duo Hype Williams, composed of Inga Copeland and Roy Blunt, are amongst the most vital and fascinating proposals in British music over the last decade. Never completely clarifying their identity, they draw their musical material from a mixture of fragments from pop culture, decontextualised from their original source and forming an integral part of a new sound object. Rejecting the marketing strategies of mass culture, their work is based on an enduring self-iconography in permanent dialogue with reality. Each performance brings a new and unrepeatable realignment of their work.
© 2011 Culturgest