Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
DANÇA / MÚSICA
De Flamencas
 
destaque
© JC Nievas
QUI 6, SEX 7 DE DEZEMBRO
Grande Auditório
21h30 · Duração: 1h15
20€ · Até aos 30 anos: 5€
M12
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.

apoio

apoio
Produção, direção, coreografia Marco Flores
Colaboração especial Olga Pericet na coreografia de Fandangos e Nana
Baile Marco Flores Cante Mercedes Cortés, Inma Rivero Guitarra Antonia Jiménez, Bettina Flater Baile Guadalupe Torres, Carmen Coy, Lidón Patiño Palmas Ana Romero Direção musical Marco Flores, Antonia Jiménez Música original Antonia Jiménez Luzes David Pérez Figurinos Olga Pericet Som Beatriz Anievas Direção de cena e maquinista Kike Rodriguez Sapatos Gallardo Joias em prata Tuca Román Digressão Arte y Movimiento Producciones, Daniela Lazary

O percurso de Marco Flores é semelhante ao de outros grandes nomes do flamenco atual. Nascido na Andaluzia (em Arcos de La Frontera, Cádiz, em 1981), autodidata de formação, integrou companhias famosas até liderar o seu grupo e assinar os seus espetáculos. Múltiplas vezes premiado, presença frequente nos mais importantes festivais de flamenco no seu país e fora dele, tem-se apresentado em numerosos palcos espanhóis e pelo mundo, construindo uma sólida carreira louvada pela crítica e recebida com entusiasmo pelo público.
De Flamencas é um espetáculo que se declina no feminino. Único homem rodeado por oito mulheres – duas no cante, duas na guitarra, três no baile, uma nas palmas –, todas grandes artistas, Marco Flores propõe-nos um percurso através de vários palos (ritmos do flamenco), muitos deles também com nomes femininos (Mariana, Liviana, Serrana, Malagueña, etc.). Num palco despido, em que predomina o negro, a nossa atenção concentra-se nas estupendas coreografias, cantes e guitarradas que se sucedem sem quebras e culminam em entusiasmantes números coletivos, como é tradicional.
De Flamencas estreou em 2010 no Concurso de Córdova, onde em 2007 Marco arrebatara quatro prémios.
Este ano De Flamencas ganhou o Prémio da Crítica no Festival de Jerez.

 

 

A dimensão do talento de Flores, os seus conhecimentos e o seu bom gosto, fizeram com que a estreia absoluta de De Flamencas fosse o êxito retumbante que todos esperávamos (…) Flores tem a sabedoria suficiente para encontrar o difícil equilíbrio entre o flamenco tradicional ou clássico e um ponto de vista contemporâneo.
Estela Zatania, deflamenco.com

 

Nas suas intervenções a solo o baile de Marco Flores rege-se pelos parâmetros da elegância e do fundo conteúdo flamenco, sustentados por recursos técnicos assombrosos.
Francisco Del Cid, Diário de Córdoba

Born in Andalusia in 1981, Marco Flores has had a similar career to the other great names of modern-day Flamenco. Entirely self-taught, he belonged to a number of famous companies, until finally leading his own group. A popular winner of many awards, he is highly praised by the critics and is frequently to be found at the most important Flamenco festivals. De Flamencas is largely a female show: the only man surrounded by eight women, Marco Flores helps to draw our attention to the stupendous choreography, cantes and guitar-playing of this exciting and award-winning show.
Carbonozero
© 2012 Culturgest