Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
MÚSICA
délibáb
Vitor Ramil
destaque
© Ana Ruth Miranda
SÁB 31 DE MARÇO
Grande Auditório
21h30 · Duração: 1h20
20€ · Até aos 30 anos: 5€
M12
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
apoio
Voz e violões Vitor Ramil Violão Carlos Moscardini

Um ano após o espetáculo a solo de retrospetiva das canções mais emblemáticos da sua carreira, o compositor e escritor brasileiro Vitor Ramil regressa à Culturgest, agora na companhia do prestigiado violonista argentino Carlos Moscardini, músico que o acompanhou na gravação do seu último trabalho discográfico, um belíssimo disco de milongas (ritmo comum ao Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina) a que chamou: délibáb (déli/do sul + báb de bába/ilusão).

Inteiramente baseado neste trabalho que reúne doze milongas, compostas por Ramil a partir de seis poemas do argentino Jorge Luis Borges (1899-1986) e de seis versos do gaúcho João da Cunha Vargas (1900-1980), Vitor Ramil constrói o universo deste espetáculo, com a cumplicidade e o talento de Carlos Moscardini. Sobre essa colaboração escreveu Vitor: “Estamos de acordo que nossas músicas pertencem a uma mesma querência, que se projetam uma na outra, que se completam e se justificam. Nossos violões parecem achar o mesmo. Se o meu é uma planície, el cielo al revés, de Yupanqui; o dele, é um pensamento que vai longe. Se o meu tem o rigor minimalista do aço; o dele apresenta a doçura criolla do nylon”.

Os poemas de Jorge Luis Borges foram originalmente publicados no seu livro Para Las Seis Cuerdas, e os versos de João da Cunha Vargas, registados pela sua voz em fita, só posteriormente foram publicados no seu único livro Deixando O Pago. A cidade e o campo, o erudito e a cultura popular, conjugados na música de Vitor Ramil. Guardadas as imensas diferenças de vida e obra dos dois poetas, as suas imagens projetam-se nitidamente no horizonte de um Sul mítico: a ilusão do Sul.

délibáb foi considerado um dos 10 Melhores Espetáculos pelo jornal O Globo, do Rio de Janeiro e pela Folha de São Paulo, e um dos Melhores Discos do Ano pela revista brasileira Veja, Rolling Stone (Brasil) e pelos órgãos de comunicação argentinos Diario La Nación, e Revista Ñ do Diario Clarín.

A year after his retrospective solo concert, the Brazilian writer and composer Vitor Ramil returns to Culturgest, accompanied by the prestigious Argentinean violinist Carlos Moscardini, who played with him on his latest album: délibáb. In this concert, Vitor Ramil will construct a universe based entirely on this work, consisting of twelve milongas that he composed from six poems by Jorge Luis Borges and six by João da Cunha Vargas (1900-1980), with the help of Carlos Moscardini. délibáb was considered one of the ten best concerts and one of the best albums of the year in Brazil ad Argentina.
Carbonozero
© 2012 Culturgest