Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
CONFERÊNCIAS
A Revelação de Wagner
Um percurso pela história da vida de Richard Wagner em um prólogo
e três jornadas, na comemoração do bicentenário do seu nascimento

por Eugénio Harrington Sena
destaque
Richard Wagner · Fotomontagem a partir de imagem do Museo internazionale e biblioteca della musica di Bologna
TERÇAS-FEIRAS 8, 15, 22, 29 DE JANEIRO
Pequeno Auditório
18h30 · Entrada gratuita
Levantamento de senha de acesso 30 minutos antes do início de cada sessão, no limite dos lugares disponíveis. Máximo: 2 senhas por pessoa.
Este ciclo de conferências será transmitido em direto neste site

Flyers (pdf)
8 de janeiro
15 de janeiro
22 de janeiro
29 de janeiro
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
apoio

O que faz a singularidade de Richard Wagner é o génio que se revela para lá da música, a marca que o distingue de todos os outros grandes compositores da história. É a sua impressionante energia criativa que leva Wagner a refletir e a escrever sobre praticamente todos os assuntos: arte, religião, política, filosofia, ciência, tecnologia e até sobre a relação do homem com a natureza. É por isso que os seus dramas musicais penetram no mais profundo do ser humano revelando-nos, quiçá, a transcendência da nossa relação com o universo. É por isso que a influência da sua obra se fez sentir de uma maneira única em grandes nomes de áreas fora da música como Baudelaire, Kandinsky, Lévi-Strauss ou Nietzsche e ainda hoje o seu fascínio seduz grandes filósofos como Alain Badiou e Slavoj Žižek. E, no entanto, talvez não haja outra personalidade artística tão negativamente conotada e sobre a qual caíram tantos preconceitos que impedem, muitas vezes, a aproximação à sua obra. Propomo-nos contar a história da vida de Wagner mostrando como ela se foi desenrolando numa alucinante viagem onde o compositor partiu da poesia para a obra de arte total, a gesamtkunstwerk, a obra de arte do futuro, à qual renunciou depois de ter descoberto Schopenhauer.

 

Eugénio Harrington Sena é licenciado em Engenharia Química e tem uma pós-graduação em Gestão das Artes. Foi diretor técnico da Culturgest entre 1993 e 2010 tendo desempenhado anteriormente diversas funções na Companhia Nacional de Bailado e no Teatro Nacional de São Carlos. Lecionou em cursos de Gestão Cultural e foi produtor, conferencista e encenador, na área de “óperas para crianças”. É um dos sócios fundadores do Círculo Richard Wagner Portugal.

 

 

8 de janeiro
Prólogo: 1813-1833 – os anos de infância e de juventude:

a poesia antes da música.

 

 

 

15 de janeiro
Primeira Jornada: 1834-1849 – os anos de instabilidade:

maestro, compositor, casamento e revolução.

 

 

 

22 de janeiro
Segunda Jornada: 1849-1864 – os anos de exílio:

a criação intelectual e a descoberta de Schopenhauer.

O Anel, Mathilde e o Tristão.

 

 

 

29 de janeiro
Terceira Jornada: 1864-1883 – os anos de maturidade:

Ludwig, Cosima e Bayreuth; paixão, devoção e utopia.

 

Richard Wagner differs from other great composers through the genius he reveals beyond music, reflecting and writing on practically every subject, including art, religion, politics, philosophy and science. His music touches us deeply, yet perhaps no other artist has ever aroused such negative connotations, which frequently prevent us from appreciating his work. We set out to tell the story of Wagner’s life, a hallucinating journey guided by his great mission: to make the total art work, the Gesamtkunstwerk.


Eugénio Harrington Sena is a founder member of the Richard Wagner Circle in Portugal.

Carbonozero
© 2013 Culturgest