Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
TEATRO
Melancolía y Manifestaciones
Melancolia e Manifestações de Lola Arias
destaque
 
QUI 14, SEX 15, SÁB 16
DE MARÇO
Palco do Grande Auditório
21h30 · Duração: 1h15
14€ · Até aos 30 anos: 5€
M12
Espetáculo em espanhol,
com legendas em português.

Folha de sala (pdf)
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
apoio
Texto e encenação Lola Arias Coreografia e colaboração na encenação Luciana Acuña Performers Lola Arias, Elvira Onetto, Mario Aitel, Vicente Fiorillo, Ernestina Ruggero, Noelia Sixto Música Ulises Conti Músico ao vivo Fernando Pereyra Dramaturgia e produção Sofia Medici Vídeo Nele Wohlatz Técnica e operação de vídeo Marcos Medici Cenografia Mariana Tirantte Figurinos Sofía Berhaka Desenho de luzes Matías Sendón Diretor técnico e adaptação de luzes Gustavo Kotik Coprodução Wiener Festwochen, HAU Berlin, Centro Cultural General San Martin Estreia Wiener Festwochen, Viena, 13 de maio de 2012

“Quando eu nasci, o ovário da minha mãe explodiu e tudo se cobriu de sangue: a cama, o chão do hospital, a roupa das enfermeiras. Estávamos em 1976, e o país também tinha explodido sob um golpe militar. A minha mãe e eu sobrevivemos à explosão.
Mas passados uns dias a minha mãe ficou muito triste. Foi a um médico e disseram-lhe que essa tristeza se chamava depressão e que tinha de tomar uns comprimidos para se curar. Com os anos, a minha mãe começou a viver entre dois extremos: passava meses sem querer sair de casa, quase sem comer nem falar, e noutros meses andava eufórica pela cidade a toda a velocidade, falando de tudo o que ninguém teria coragem de dizer, como a rádio de um país onde não houvesse censura.”
Melancolía y Manifestaciones é o diário da doença de uma mãe contado pela testemunha mais próxima, a sua própria filha. Uma história clínica poética que vai entrecruzando memórias infantis, listas de objetos roubados, ideias de suicídio, crónicas de manifestações. No palco, a filha, a mãe e um grupo de atores de cerca de 75 anos reconstroem algumas cenas do passado sob a forma de um inquietante livro ilustrado.

 

Lola Arias (1976) é uma escritora, encenadora e performer argentina. Entre os seus espetáculos contam-se Striptease, Sueño con Revolver, El amor es un Francotirador, Mi Vida Después e El Año en que Nací (apresentado no Festival Próximo Futuro, 2012). Em colaboração com Stefan Kaegi dirigiu Chácara Paraíso (Culturgest/alkantara festival, 2008) e Airport Kids. Em 2010 comissariaram o festival Ciudades Paralelas.

 

 

O público, maioritariamente jovem, (…) sentiu-se visivelmente impressionado com o teatro despretensioso e descritivo de Lola Arias, que em imagens muito simples produz também poesia.
nachtkritik.de

Melancolía y Manifestaciones is the diary of a mother’s illness recounted by the closest witness to her suffering, her own daughter. A poetic clinical history that interweaves childhood memories, lists of stolen objects, ideas of suicide, and personal accounts of political demonstrations. On the stage, daughter, mother and a group of actors aged roughly 75 reconstruct some scenes from the past in the form of a disquieting illustrated book.
Lola Arias (1976) is an Argentinian writer, stage director and performer.
Carbonozero
© 2013 Culturgest