Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
CONFERÊNCIA
As várias vidas
da imagem cinematográfica
Encontro com Laura Mulvey e Ismail Xavier
destaque
2001: A Space Odyssey – Cinema Redux #13 (detalhe), Brendan Dawes (2004)
SEG 13 DE MAIO
Pequeno Auditório
18h30
Entrada gratuita
Levantamento de senha de acesso 30 minutos antes do início da sessão, no limite dos lugares disponíveis. Máximo: 2 senhas por pessoa.
Conferência em inglês,
sem tradução.

Folha de sala (pdf)
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
apoio

apoio
Organização AIM – Associação de Investigadores da Imagem em Movimento e CEIS20 – Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (Universidade de Coimbra) na ocasião do III Encontro Anual da AIM

Muitas vezes anunciadas, as notícias sobre a morte do cinema depois da popularização da televisão, do vídeo, e mais recentemente da Internet, parecem ter sido largamente exageradas.

Ao mesmo tempo que abandona os seus espaços de exibição tradicionais e se entrega à tecnologia digital e aos dispositivos móveis, o cinema acompanha-nos agora em casa e na rua, baralhando público e privado, individual e coletivo, e misturando-se com as formas da publicidade, dos jogos de computador e da animação.

Na Internet, a história do cinema oferece-se toda de uma só vez, permitindo a coexistência de “grandes” e “pequenas” obras, blockbusters e filmes de autor, obras completas ou fragmentadas, “originais” e os seus remixes. O estatuto do “amador” é revalorizado e surge uma nova cinefilia que, para além de rever, permite refazer os nossos filmes (ou séries de televisão) preferidos.

Provavelmente numa versão menos “pura” do que aquela em que sempre nos habituámos a imaginá-la, a imagem cinematográfica entra numa nova etapa das suas muitas vidas. O que mudam as novas tecnologias nos debates históricos dos estudos de cinema, na maneira como se pode pensar a identidade do cinema, a autonomia da obra cinematográfica e o estatuto do espectador? Quais as consequências destas transformações para o ensino e a investigação? Que oportunidades e que desafios se oferecem hoje aos “cinemas do mundo” e às pequenas cinematografias nacionais? Estas são algumas das questões que servem como ponto de partida para uma conversa entre Laura Mulvey e Ismail Xavier, dois dos mais importantes autores dos estudos de cinema.

 

Laura Mulvey é uma figura central dos estudos de cinema. O seu artigo “Visual Pleasure and Narrative Cinema” (1975) investigou a relação entre os mecanismos de identificação cinematográfica do espectador e a predominância de um ponto de vista masculino no cinema clássico americano e fundou a teoria feminista de cinema. Entre 1974 e 1982, corealizou com Peter Wollen seis filmes que prolongaram os seus interesses pela semiótica, a psicanálise e o feminismo. O seu livro mais recente é Death 24x a Second : Stillness and the Moving Image (2006), onde explora as novas possibilidades de análise do cinema abertas pelas novas tecnologias. É professora no Birkbeck College – Universidade de Londres.

 

Ismail Xavier é um dos mais importantes académicos brasileiros na área dos estudos de cinema. Publicou, entre outros, O Discurso Cinematográfico: A Opacidade e a Transparência (1977) e Alegorias do Subdesenvolvimento : Cinema Novo, Tropicalismo, Cinema marginal (1993). A sua obra problematizou questões fundamentais da ontologia cinematográfica e é incontornável para a compreensão do lugar do Cinema Novo do Brasil no contexto do cinema moderno internacional. Lecionou em várias universidades nos EUA e em França e é, desde 1971, professor da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

Probably less “pure” than we normally imagine it, the cinematic image is now entering a new stage in its many lives. How have the new technologies changed the way we think about cinema, the autonomy of the film and the status of the spectator? What consequences do these changes have for teaching and research? What are the new challenges facing world cinema and the small national film companies?

These are some of the questions debated by Laura Mulvey (Birkbeck College, London) and Ismail Xavier (University of São Paulo), two of the most important authors from the world of film studies.

Carbonozero
© 2013 Culturgest