Loading
arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
MÚSICA
Sei Miguel Unit Core
com Aki Onda
Apresentam ‘As Casas de Orfeu’
Ciclo de concertos comissariado por Filho Único
destaque
Pormenor do score ‘As Casas de Orfeu’VER IMAGENS
QUI 19 DE SETEMBRO
Culturgest Porto
22h · Duração aprox. 50 min.
5€ (preço único)
M3
Outras apresentações: 17 de setembro, Teatro Maria Matos
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Eletrónica Aki Onda Trompete ‘pocket’ Sei Miguel
Trombone alto
Fala Mariam Guitarra elétrica Pedro Gomes
Percussão
César Burago

Compositor e trompetista há mais de três décadas radicado em Lisboa, Sei Miguel tem mantido um trabalho em curso com Aki Onda, cidadão japonês a viver em Nova Iorque, também ele compositor, figura maior da eletrónica contemporânea, artista visual e sonoro.

Sei e Aki encontraram-se pela primeira vez em palco no Museu do Chiado, no outono de 2008, aí então para uma atuação em trio com César Burago, percussionista que acompanha Miguel desde há muito. Esta ocasião evidenciou dois mundos marcadamente pessoais, que natural e curiosamente não se repelem, mas criam sim uma beleza envolvente, produto de um natural e profundo cosmopolitismo poético.

Neste retomar público do trabalho entre os músicos, Sei apresenta o seu Unit Core, banda constituída pelos seus músicos mais próximos, voltando pela terceira e definitiva vez a uma peça cuja estreia remonta a 2009. As Casas de Orfeu, nas palavras do seu criador, trata-se de uma “peça-mistério em 8 quadros”, que nos conta, de maneira “suave e alucinante, como é ‘descer aos infernos por uma boa razão’”.

Inicialmente apresentada em duo, e posteriormente em trio, será em quinteto que encontra o seu estado final, com a colaboração estreita de Aki Onda, num terreno que caminha entre várias das músicas que unem estes dois músicos e, talvez como em nenhum outro trabalho de ambos, assimila os vocabulários que costumam manusear, mas assumindo e criando espaços e imagens vívidas para lá do género, onde o tempo parece ainda não ter chegado.

Esta apresentação insere-se no ciclo do Teatro Maria Matos e da Culturgest Porto, dedicado à apresentação de trabalho de Sei Miguel.

Filho Único

A composer and trumpet player based in Lisbon for more than 30 years, Sei Miguel continues his work with Aki Onda, a New-York based Japanese composer, musician and artist. Sei and Aki first met on stage in 2008, forming a trio with percussionist César Burago. Two quite different worlds that curiously do not repel one another, but instead create an all-enveloping beauty. Sei and his Unit Core band will play the piece As Casas de Orfeu in a quintet with Aki, assimilating the musical lexicons that is customary for them to use, but creating spaces and images beyond the genre, apparently as yet unreached by time.
Carbonozero
© 2013 Culturgest