arquivo > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
MÚSICA
Rashad Becker
Ciclo de concertos comissariado por Filho Único
destaque
 
SEX 19 DE SETEMBRO
Culturgest Porto
22h · Duração 50 min.
5€ (preço único)
M3
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Eletrónica Rashad Becker

Rashad Becker construiu um nome para si, no circuito dos audiófilos devotos à música eletrónica de dança e experimental produzida na última década e meia, devido ao manancial de discos marcantes neste campo a que tem vindo a emprestar os seus méritos enquanto engenheiro de som responsável pelo corte e masterização de vinil na Dubplates & Mastering, em Berlim, a empresa iniciada em 1995 pela editora Basic Channel. Becker iniciou-se na década de 80 a fazer música com experiências de colagem em fita áudio, começando também a gravar outros amigos e músicos pelos 16 anos. Depois avançou para interesses diferentes – esteve numa escola de Belas-Artes, assegura ter formação em assistência de emergência médica – mas regressou a trabalhos de desenho de som ao vivo em teatros e, mais tarde, em montagem em cinema. Custa a acreditar mas só no ano passado viu publicado o seu primeiro longa duração, o notável Traditional Music of Notional Species Vol. I na editora PAN. Com faixas divididas no seu título entre Dances e Themes, é um compêndio de arrojadas e inovadoras construções sonoras, moldando sons eletrónicos assertivos e de ambígua referencialidade, em formas orgânicas sedutoras e ferozes. Música que parece informada pela questão fraturante do entendimento cartesiano de tempo e espaço, revolvendo sobre o ângulo conceptual do nome do seu disco, numa narrativa sintética abstrata que parece ter ressoado com uma generosa fatia da crítica e do público, conquistando para si um estatuto singular e inspirador no panorama da eletrónica contemporânea, em estreia nacional na Culturgest Porto.

Filho Único

Rashad Becker has built a worldwide reputation as the mastering and cutting engineer on a host of electronic dance and experimental music albums. He began making music in the 1980s, experimenting with mixing audio tapes, while also recording his friends and other musicians; yet the first record of his own music, the remarkable Traditional Music of Notional Species Vol. I only came out last year, a compendium of bold and innovative sound constructions, moulding assertive electronic sounds into seductive and fierce organic forms, which will feature at his national première at Culturgest Porto.
© 2014 Culturgest