arquivo > 2016 > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
MÚSICA FESTIVAL RESCALDO
Coclea
Lula Pena
destaque
© Cláudia VarejãoVER IMAGENS
SÁB 21 DE FEVEREIRO
Pequeno Auditório
21h30 · Dur.: 1h45 c/ intervalo
6€ (preço único)
M6
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Coclea
Trompete, eletrónicas Yaw Tembé Teclas Shella Monophonic Bass synth, voz, eletrónicas Alex Klimovitsky Guitarra elétrica, eletrónicas Guilherme Gonçalves

Primeiro encontro ao vivo de quatro músicos de rara sensibilidade, todos figuras marcantes dos mais recentes rumos da comunidade criativa de Lisboa, numa reunião que assinala o lançamento, pela Shhpuma, do novo trabalho, homónimo, de Coclea.

Guilherme Gonçalves integrou, até há poucos meses, os excelentes Gala Drop, figuras maiores saídas da convulsão criativa da primeira década do século no país, e tem vindo, paralelamente, a dar vida a Coclea, pseudónimo que utiliza para descorporizar a guitarra rumo a explorações que, entre o drone e o processamento tecnológico, trilham caminhos celestiais no que têm de apontado à reverência pelo espaço – o sideral, o incorpóreo, o entre-as-notas.

No decurso do álbum prefigurado neste espetáculo, sente-se certa herança, em algumas das melodias de guitarra, dos blues africanizados de pulsar plácido e contemplativo reminiscentes do seu trabalho em Gala Drop, e sobretudo uma transpiração serena de referências marcantes como as dos lendários Manuel Gottsching ou Edgar Froese, no que às possibilidades estáticas e de instauração cénica do processamento da guitarra, à repetição e à poesia diz respeito.

Em palco, com Guilherme Gonçalves, e em serena caminhada de observação estelar, teremos Yaw Tembé, escultor, poeta, e artista de rua originário da Suazilândia, multi-instrumentista mas principalmente trompetista, e dos mais ativos improvisadores do momento; João "Shella", membro dos marcantes Paus, nas teclas; e o norte-americano Alex Klimovitsky, dínamo do duo Youthless, na voz, sintetizadores e eletrónicas várias.

facebook.com/cocleapeace

soundcloud.com/cocleapeace

Lula Pena
Guitarra, voz Lula Pena

Das suas composições já a própria Lula Pena disse serem colagens de memórias, quer individuais quer coletivas. Se esse carácter pode ser identificado nos temas em que mais facilmente reconhecemos esta autora absolutamente única, fado transviado em declinações incertas e em solenidade de verdadeira realeza, de espírito único num caminho desconhecido de todos e da própria, mais ainda o podemos entender no espetáculo raro que apresentamos no festival.

Em resposta ao convite do RESCALDO, Lula Pena apresentará uma proposta diferente do seu concerto habitual com repertório de canção; se a matéria-prima a utilizar, informe, é a priori incaracterizável e intransmissível, o percurso auditivo que testemunharemos será construído a partir de colagens de múltiplas fontes sonoras, dando vida a um arquivo que a inclassificável autora tem vindo a construir, num trabalho raramente tornado público e que na última dessas especiais ocasiões, no Museu Nacional Soares dos Reis, se centrou à volta da sonorização do documentário À propos de Nice, do fundacional realizador Jean Vigo.

Sempre uma surpresa, um ritual de descoberta, uma iniciação, uma ocasião única, oportunidade de testemunhar o desenrolar de um mistério. Assim é Lula Pena.

lulapena.bandcamp.com

vimeo.com/lulapena

© 2015 Culturgest