arquivo > 2016 > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
JAZZ
Joel Silva
Geyser
Ciclo "Jazz +351" · Comissário: Pedro Costa
destaque
(pormenor)VER IMAGEM
QUI 5 DE MARÇO
Pequeno Auditório
21h30 · Duração: 1h
5€ (preço único)
M6
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Bateria Joel Silva Piano João Paulo Esteves da Silva Trompete João Moreira Contrabaixo António Quintino

Regra geral, um baterista de jazz desenvolve toda a sua carreira na condição de sideman, e por mais – ou até por isso – que se destaque no seu instrumento. Alguns há, no entanto, que têm algo a dizer para além do que fazem com as peles e os pratos e lançam-se a uma atividade como compositores e líderes de grupo. É o caso de Joel Silva: já com provas dadas na bateria, surgiu entretanto com um disco em nome próprio, Geyser, reunindo alguns dos melhores músicos da cena nacional, entre consagrados e instrumentistas em fase de afirmação.

A música concebida por Joel Silva é feita de contrastes, com momentos vibrantes e outros de acalmia, tal como o fenómeno hidrogeológico que lhe dá nome. O que quer dizer que é sempre surpreendente, não sendo possível prever o que se sucede. Precisamente o que se pretende numa música como o jazz.

Licenciado em jazz pela ESMAE, do Porto, Joel Silva tem um longo currículo de colaborações com Carlos Barretto, Maria João, Nuno Ferreira, Nelson Cascais, Júlio Resende, Mário Delgado, Bruno Santos e Desidério Lázaro, sendo um dos mais requisitados bateristas da atualidade.

João Moreira divide a sua atividade entre os palcos e o ensino. Carlos Bica, Mário Laginha e os seus irmãos Pedro e Bernardo Moreira são alguns dos músicos portugueses com quem tocou, tendo também tido parcerias com Ben Monder, Chris Cheek, Mark Turner e Julian Arguelles, entre outros.

João Paulo Esteves da Silva completou os seus estudos em França, com prémios de excelência, e tem desenvolvido uma aplaudida carreira ora a solo, ora com nomes como Dennis Gonzalez, Ricardo Rocha, Carlos Bica, Claudio Puntin e Peter Epstein, sendo um dos pilares do grupo Matéria-Prima.

António Quintino é produto da formação jazzística ministrada pela Escola Superior de Música de Lisboa e tem-se feito notar ao lado de Afonso Pais, Paula Sousa, Daniel Bernardes e José Peixoto, entre outros.

Jazz drummers are generally seen as sidemen, yet there are some who have something more to say, reaching beyond their instrument and becoming composers and band leaders. This is the case with Joel Silva, who released an album (Geyser) in his own name, playing with some of the best Portuguese musicians, both the established and the up-and-coming ones. Joel Silva's music is a music of contrasts, a mixture of calm and excitement, just like the phenomenon that gave it its name. Exactly what one wants from jazz.
© 2015 Culturgest