arquivo > 2016 > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
MÚSICA
Charles Gayle
Ciclo de concertos comissariado por Filho Único
destaque
SEG 25 DE MAIO
Culturgest Porto
22h · Duração: 40 min.
5€ (preço único)
M6
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Saxofones Charles Gayle

Charles Gayle (n. 1939, Buffalo, EUA) é um icónico saxofonista e pianista reconhecido pelo seu expressionismo livre intenso e irreverente, revelado internacionalmente no dealbar dos anos 90 depois de décadas como uma figura marginal. Músico de uma assinatura tonal volumosa, próxima do tutelar Albert Ayler, emprega a distorção tímbrica como uma das dimensões basilares do seu trabalho. As suas improvisações caracterizam-se por melodias evocativas dos espirituais negros afro-americanos, velozes saltos intersectuais, berrantes multifonias, e uma densidade de fraseado evidenciadora do impressionante domínio da amplitude de registo do saxofone tenor. Gayle começou a tocar música aos 9 anos, e aparte algumas lições de piano, foi um autodidata. Lecionou um curso universitário de jazz em Buffalo e ao longo de '73 integrou o grupo do baterista Rashied Ali, após a mudança para Nova Iorque onde se imiscuiu na regimentada comunidade free jazz, mas uma bruma imensa paira sobre este período da sua vida. Admitiu em entrevistas ter-se tornado um sem-abrigo ao longo de cerca de 20 anos, escolhendo tocar na rua e no metro, disponível à generosidade dos transeuntes, justificando-se que a premissa inicial foi a de se querer recusar a tocar em salas minúsculas convencionais e angariar biscates para pagar a renda. Em 1988 grava um trio de álbuns para a editora sueca Silkheart, seguindo-se para a germânica FMP o clássico absoluto Touchin' on Trane, com William Parker e Rashied Ali, que o lança como personalidade incontornável no jazz contemporâneo, com edições subsequentes na Knitting Factory, Black Saint, Blast First, e na portuguesa Clean Feed já na década passada.

Filho Único

Iconic saxophonist and pianist Charles Gayle (b. 1939, Buffalo, USA) is recognised for his intense, irreverent free expressionism, internationally revealed in the early 1990s after decades as a marginal figure. Basically self-taught, Gayle began playing music at the age of 9 and, on moving to New York in 1973, joined the group of drummer Rashied Ali. After that, he was homeless for 20 years, busking on the streets and in the subway. In 1991, he joined William Parker and Rashied Ali on the classic album Touchin' on Trane, after which he became a leading figure on the contemporary jazz scene, continuing until the present day.
© 2015 Culturgest