arquivo > 2016 > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
DANÇA
Everybody
de Antonio Tagliarini
destaque
© Jaime Conde-Salazar e Antonio Tagliarini (pormenor)VER IMAGEM
SEX 8, SÁB 9 DE MAIO
Grande Auditório
(lotação reduzida)
21h30 · Duração aprox.1h
12€ · Até aos 30 anos: 5€
M12
Na sexta-feira dia 8, após o espetáculo, haverá uma conversa com os artistas na Sala 1.

Folha de sala (pdf)
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Conceito e direção Antonio Tagliarini Interpretação Antonio Tagliarini, André Cabral e Inês Nogueira Desenho de luz Carlos Ramos Colaboração artística e dramatúrgica Jaime Conde-Salazar Produção Ass. Cult A.D. / Filipe Viegas e Anna Pozzali Coprodução Culturgest, Festival Short Theatre Comunicação PAV Apoios Fórum Dança, O Rumo do Fumo, Assessorato alla Cultura e Creatività di Roma Capitale con Zètema e la Casa dei Teatri e della Drammaturgia Contemporanea, Attraversamenti Multipli Festival, MAC Birmingham, BE Festival Agradecimentos Daria Deflorian, Giulia Caterina Massignam, Giacomo Bolzano, Antonio Pascuzzi e Istituto di Istruzione Superiore Statale Cine - TV Roberto Rossellini, CEM

Existe qualquer coisa no teatro, como sistema de visão, que me atrai e me fascina e, ao mesmo tempo, me inquieta. Uma fenda. Um pouco como na vida.

Caminho na estrada, observo: uma velhota que arrasta arduamente o carrinho das compras, uma rapariga atraente com um vestido justo que atravessa a rua, dois pedreiros que de cima lhe mandam um piropo, duas crianças que jogam à bola, um sem-abrigo que por momentos parece Jesus.

Também tu estás ali, no mesmo palco, sentes-te único e especial: os teus sonhos, os teus projetos, a tua vida… Mas, se observares o todo a uma certa distância, cada singularidade dilui-se, também tu és um que passa: a tua vida, uma vida, a vida de todos.

Antonio Tagliarini

 

 

Antonio Tagliarini, performer, coreógrafo e encenador, trabalha em Itália e na Europa. Criou os solos Freezy (2003), Titolo provvisorio: senza titolo (2005) e Show (2007). Criou com Daria Deflorian Rewind, omaggio a Caffe Muller di PinaBausch (2008), From a to d and back again (2009), Rzeczy / Cose (2011), Reality (2012) e Ce ne andiamo per non darvi altre preoccupazioni (2013); com Ambra Senatore L'Ottavo Giorno (2008) e BIS (2012); com Idoia Zabaleta Royal Dance (2010); com Miguel Pereira Antonio Miguel (2000) e Antonio e Miguel (2010). Participou nos projetos internacionais APAP (2007), Sites of Imagination (2008) e Pointe to Point Asia-Europe Dance Forum 2009.

 

Jaime Conde-Salazar Pérez licenciado em História da Arte (Madrid) e MA em Performance Studies (New York University) colaborou como dramaturgo em diversos processos criativos com artistas como Claudia Faci, Regina Fiz, Ben Benauisse, Marina Abramovic, Idoia Zabaleta e Sofía Asencio. Em 2009 criou em colaboração com Celia Diez e Marta Muñoz o blogue dedicado às artes cénicas www.continuumlivearts.com. Colaborou como crítico de dança em revistas como Por la Danza (Madrid), Ballet/Tanz (Berlim), Mouvement (Paris), Hystrio (Roma) e Obscena (Lisboa).

There's something in theatre that fascinates and disturbs me. An opening, a crack. A little like life. I walk along the road, observing: an old woman struggling with her shopping trolley, an attractive girl crossing the street, two building workers wolf-whistling, two children playing ball, a homeless person who looks like Jesus. You're there too, unique, special: your dreams, your plans, your life… But, if you look at it all from a distance, each singularity fades, you too are just another passer-by: your life, a life, everybody's life. By Antonio Tagliarini and Jaime Conde-Salazar Pérez.
© 2015 Culturgest