arquivo > 2016 > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
JAZZ
Desidério Lázaro
Subtractive Colors
Ciclo "Jazz +351" · Comissário: Pedro Costa
destaque
SEX 8 DE JANEIRO
Pequeno Auditório
21h30 · Duração: 1h
5€ (preço único)
M6
Informações
Bilheteira Culturgest
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Saxofone tenor e soprano Desidério Lázaro Saxofone tenor e alto, flauta João Capinha Clarinete soprano e baixo Paulo Gaspar Contrabaixo Mário Franco Contrabaixo e baixo elétrico João Hasselberg Bateria Luís Candeias

Em discos como Rotina Impermanente, Samsara e Cérebro Estado Zero, bem como nos concertos que foi dando de Norte a Sul, Desidério Lázaro impôs-se como um dos mais cativantes saxofonistas em terras portuguesas. Senhor de um som de saxofone possante, cheio e redondo, na melhor tradição do tenor, tem sido capaz de igualar em inventividade e criatividade um invulgar domínio das técnicas do seu instrumento. Com o seu mais recente álbum, Subtractive Colors, completou os seus dotes como instrumentista com uma superior qualidade na composição, servida por uma multiplicidade de recursos, com diferentes ambientes e possibilidades de enredo. Jovem ainda, tornou-se num dos mais importantes músicos de jazz em atividade no País.

A formação que o acompanha é pouco usual, com três sopros, dois contrabaixos e uma bateria, associando uma visão contemporânea do jazz com influências que vão da música clássica contemporânea ao funk, à soul, ao hip-hop, ao rock e à pop, numa simbiose de estilos sempre com a sua marca de água, plena de ideias e personalidade. E se as composições são refinadas, as improvisações dos elementos do ensemble seguem a mesma exigência quando os temas dão lugar aos solos: a música levanta voo. Subtractive Colors, o novo projeto de Desidério Lázaro, é uma das melhores coisas que aconteceram ao jazz nacional na última década.

A highly trained and experienced musician, Desidério Lázaro is now one of the most exciting Portuguese saxophonists. The powerful, full, round sound of his tenor playing confirms his inventive and creative mastery of the instrument. His unusual backing band of three wind musicians, two bassists and a drummer blend their contemporary view of jazz with influences ranging from contemporary classical music to funk, soul, hip-hop, rock and pop, in a symbiosis of styles full of ideas and personality. His latest project Subtractive Colors is among the best Portuguese jazz albums of the last decade.
© 2016 Culturgest