arquivo > 2016 > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
DANÇA
Delirar a Anatomia
de Ana Rita Teodoro
destaque
© Laurent Friquet (pormenor)VER IMAGEM
SEX 11, SÁB 12 DE MARÇO
Palco do Grande Auditório
21h30 · Duração: 1h
Jovens até aos 30 anos e desempregados: 5€
M16
Na sexta-feira 11, após o espetáculo, haverá uma conversa com os artistas na Sala 1.

Folha de sala (pdf)
Informações
Bilheteira Culturgest
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Conceção e coreografia Ana Rita Teodoro Interpretação Katerina Andreou e Ana Rita Teodoro Partituras dançadas Orifice Paradis, Sonho D'Intestino Desenho de luz José Álvaro Correia Produção Associação Parasita, CNDC Angers Residências artísticas CNDC (Centre National de Danse Contemporaine d'Angers), La Métive (Creuse), CND (Centre National Danse, Pantin), Companhia Olga Roriz (Lisboa), Espaço do Tempo (Montemor-o-Novo)

No Mestrado em Dança no CNDC de Angers (2011/2013), Ana Rita Teodoro iniciou uma pesquisa em torno do corpo nomeado pela disciplina de Anatomia. A pesquisa resultou na criação de uma coleção de peças de dança, que chamou homenagens-dançantes, acompanhadas de partituras-poemas (descrição do movimento, monólogo interior do bailarino, comentários do coreógrafo, questões que emergem da criação), dedicadas aos orifícios do corpo. Assim nasceu a coleção Delirar a Anatomia de que Ana Rita Teodoro criou os solos Sonho D'Intestino uma homenagem ao intestino, que, depois da estreia no Palais de Tokyo, Paris, em 2013, foi apresentado na École Ouverte, no CNDC d'Angers (2013) e no Festival Impulstanz, no MUMOK Museum (2015), e Orifice Paradis uma homenagem à boca, que, depois da estreia em Angers em 2012, foi apresentado no Festival d'Automne à Paris, no programa Attention: Sortie d'Études, no Théâtre da La Cité International (2012), no Festival Materiais Diversos, na Fábrica da Cultura, em Minde (2013) e no Festival Lieux Mouvants, em St. Antoine, Bretanha (2014).

Na Culturgest, os solos são apresentados juntos e dançados por duas intérpretes, em simultâneo embora separadamente.

 

Ana Rita Teodoro é Mestre pelo CNDC de Angers e Universidade Paris 8. O butoh de Tatsumi Hijikata tem sido uma das grandes áreas do seu investimento criativo. Recebeu bolsa de aperfeiçoamento artístico da Fundação Calouste Gulbenkian para em 2015 voltar ao Japão, e do CND para desenvolver uma investigação sobre a pedagogia do butoh. Estudou o corpo através das disciplinas de anatomia, paleontologia e filosofia no c.e.m. com Sofia Neuparth e o chi kung na Escola de Medicina Tradicional Chinesa de Lisboa. Criou as peças MelTe, Orifice Paradis, Rêve d'Intestin, Assombro (Fantôme Méchant).

Delirar a Anatomia is a series of feverish studies dedicated to a body part, which are developed in layers of reading, observation, experience, writing and choreography, and are designed to reveal the secrets hidden in the physical constitution. Anatomy names the parts of the whole, segments and stabilises; delirium arises when a named part is isolated and its functions multiplied. It enters into crisis, reveals its autonomy and renews relationships. Choreographies have been composed for another anatomy, developed in parallel with written scores, which serve as an interior monologue for the dancers.
© 2016 Culturgest