arquivo > 2016 > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
JAZZ
Songbird
Luís Figueiredo / João Hasselberg
Ciclo "Jazz +351" · Comissário: Pedro Costa
destaque
© Vera Marmelo (pormenor)VER IMAGEM
QUA 6 DE ABRIL
Pequeno Auditório
21h30 · Duração: 1h
5€ (preço único)
M6
Informações
Bilheteira Culturgest
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Piano Luís Figueiredo Contrabaixo João Hasselberg
A relação do jazz com a canção dita "ligeira" e com a pop vem dos primórdios deste género musical, e um tempo houve em que os dois domínios eram o mesmo – veja-se o exemplo de Frank Sinatra. Depois, iniciou-se um processo de intelectualização e complexificação/experimentação da música de raiz afro-americana que a conduziu por outro caminho, atravessando os estilos bebop, hard bop, cool, modal e free. Alguma coisa está, no entanto, novamente a mudar e até nos circuitos mais criativos têm surgido pontes com essa área. Não necessariamente para tornar o jazz mais acessível ou comercial: casos como os de Tom Waits, Björk e David Sylvian atestaram que pode haver uma pop de grande qualidade. Será isso que leva um alargado número de músicos, de Brad Mehldau a The Bad Plus, a incluir esse tipo de repertório, via covers ou com composições originais, nos seus concertos e discos. Poucos o fizeram, no entanto, por sistema, e entre estes, com excelentes resultados, está o português João Hasselberg, metade do duo Songbird. Com este projeto, o contrabaixista e o pianista Luís Figueiredo ainda vão mais longe, dedicando-se exclusivamente à interpretação de temas bem conhecidos do cancioneiro universal e esticando esse âmbito até à folk, por um lado, e a certas árias de ópera, por outro. «Como quem passeia entre as árvores», dizem eles, colocando ainda em maior evidência o lirismo desses «cantos alheios».
Jazz had long been linked to "light" music and pop. Take Frank Sinatra, for example. Then it embarked on a path of intellectualisation and complex experiments with Afro-American music, leading to bebop, hard bop, cool, modal and free jazz. But bridges are once again being built with high quality pop. Brad Mehldau and The Bad Plus include this type of repertoire in their concerts and recordings. The Portuguese Songbird duo (João Hasselberg on bass and Luís Figueiredo on piano) go much further, playing well known and universal songs, but also moving into areas such as folk music and opera arias.
© 2016 Culturgest