arquivo > 2016 > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
JAZZ
Vijay Iyer Trio
Break Stuff
destaque
© Lena Adasheva (pormenor)VER IMAGEM
SEX 7 OUTUBRO
Grande Auditório
21h30 · Duração: 1h15
20€ · Jovens até aos 30 anos e desempregados: 5€
M6
Informações
Bilheteira Culturgest
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
apoio
Piano Vijay Iyer Contrabaixo Stephan Crump Bateria Justin Brown

Este trio esteve na Culturgest pela primeira vez em outubro de 2011 a apresentar o álbum Historicity (2009), que recebera enormes elogios da imprensa de todo o mundo, especializada e não só. Foi considerado o melhor disco do ano por imensas publicações.

Voltou em maio de 2013, quando comemorávamos os nossos 20 anos, com um concerto baseado no CD Accelerando (2012), ainda mais louvado do que o anterior.

Agora o disco que apresenta é Break Stuff (2015), também ele aplaudidíssimo por toda a gente. É muito raro haver uma tão grande convergência de opiniões sobre uma banda de jazz e o seu líder.

Os críticos de todo o mundo reunidos pela revista Downbeat – a mais conceituada de todas as publicações dedicadas ao jazz – têm considerado repetidamente Iyer como artista do ano e todos os álbuns do Trio melhores discos do ano. Em 2012 este músico, compositor, cientista (em tudo o que se mete se distingue), foi o primeiro em cinco das categorias em que se desdobra a votação dos críticos recolhida pela revista: Artista de Jazz do Ano, Pianista do Ano, Álbum de Jazz do Ano, Grupo de Jazz do Ano, Compositor Emergente do Ano. Feito único na história destas votações. Em 2015 e 2016 voltou ser eleito como Melhor Artista de Jazz do Ano.

Rodrigo Amado, crítico do jornal Público, que também concedeu as cinco estrelas a Break Stuff, considerou este álbum «o mais conseguido do grupo», escrevendo que estes músicos «destilam um jazz ultra moderno, simultaneamente acessível e experimental», realçando, entre outras características, a presença da tradição do jazz em todos os temas do CD. E conclui: «De cortar a respiração». É mesmo.

Neste concerto o baterista Martin Gilmore é substituído por Justin Brown, um prodígio que frequentemente faz parte do Trio.

The trio first played at Culturgest in 2011, presenting their award-winning album Historicity, and then in 2013 with their even more highly-regarded CD Accelerando. This time, they'll be playing their new album Break Stuff (2015), described by Público critic Rodrigo Amado as "breathtaking". All of the trio's CDs have been considered best record of the year, and critics have repeatedly voted Iyer artist of the year, with Downbeat placing him first in five different categories in 2012. He was again considered Artist of the Year in 2015 and 2016. At this concert, drummer Martin Gilmore is replaced by Justin Brown, who has frequently played with the trio.
© 2016 Culturgest