arquivo > 2016 > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
JAZZ
João Barradas Trio
Ciclo "Jazz +351" · Comissário: Pedro Costa
destaque
(pormenor)VER IMAGEM
SÁB 17 DEZEMBRO
Pequeno Auditório
21h30 · Duração: 1h
5€ (preço único)
M6
Informações
Bilheteira Culturgest
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Acordeão João Barradas Contrabaixo André Rosinha Bateria João Pereira
Considerado como um dos mais importantes acordeonistas do mundo na atualidade, e levando o seu instrumento para contextos em que habitualmente este não é ouvido, João Barradas tem-se interessado muito particularmente pelo jazz, neste domínio revelando-se mesmo como um improvisador de capacidades fora do vulgar. O seu trio com André Rosinha e João Lopes Pereira enraíza-se fortemente na tradição do género, com uma clara preferência pelas formas do bop e do hard bop, mas as composições do jovem músico concedem a esse figurino um elevado grau de imaginação, frescura e até excentricidade, que passa pela introdução de melodias da Europa Central e de um enlevo rítmico que lembra vagamente o tango savant de Astor Piazzolla. O espectro tímbrico da música do grupo amplia-se consideravelmente quando utiliza o acordeão MIDI, ora surgindo, por exemplo, o som de um piano elétrico Fender Rhodes ou determinada peça ganhando uma dimensão orquestral. E se se torna evidente que as abordagens são virtuosísticas, por vezes até raiando o inacreditável, tudo é colocado ao serviço da própria música.
One of the world's leading accordion players, João Barradas is known for taking his instrument into uncharted territory, above all jazz, where he shows an unusual capacity for improvisation. His trio with André Rosinha and João Lopes Pereira has a clear preference for bop and hard bop, but his compositions add to this extra imagination, freshness and even eccentricity, introducing melodies from Central Europe and rhythms reminiscent of Astor Piazzolla's savant tango. The trio's music has taken on an orchestral dimension, with virtuoso playing that produces sounds bordering on the incredible.
© 2016 Culturgest