arquivo > 2016 > 2015 > 2014 > 2013 > 2012 > 2011 > 2010 > 2009 > 2008 > 2007
EXPOSIÇÃO
Eduarda Rosa
As classificações sensíveis
DE 16 DE JULHO
A 8 DE OUTUBRO
Culturgest Porto
Entrada gratuita
 
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
destaque
Catálogo de Trans Formas, 2014-2015
Curadoria Miguel Wandschneider
Eduarda Rosa (Caldas da Rainha, 1949) tem uma carreira artística atípica e ainda incipiente. Licenciada em farmácia, doutorada em química orgânica no Imperial College, em Londres, teve uma longa carreira docente na Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, a que pôs termo em 2005. Cinco anos antes, iniciou um período prolongado de formação artística, sobretudo na escola Ar.Co, que concluiu em 2012. Realizou a sua primeira exposição individual, Trans Formas, em novembro de 2014, no Espaço AZ, em Lisboa, a que se seguiu, um ano mais tarde, GTF.des, no Museu Geológico. Da sua formação académica e atividade profissional a artista herdou a disciplina de trabalho e uma nítida inclinação para a sistematização, que no seu processo criativo se conjugam com uma abordagem intuitiva a um mundo em constante expansão de formas (figuras), composições, cores e materiais. Durante dois anos, a artista inventariou, numa folha de papel, um conjunto de 365 figuras baseadas em formas preexistentes, encontradas em livros ou ao sabor das observações quotidianas, e que processa constantemente e de diversas maneiras em desenhos, colagens e esculturas. Algum do seu melhor trabalho consiste em desenhos-colagens em que uma dessas formas é preenchida por uma acumulação de pequenas figuras recortadas de livros antigos (dicionários e atlas, livros de zoologia, botânica ou medicina, entre outros), na sua maioria datados dos finais do século XIX e das primeiras décadas do século XX. Isso e muito mais pode ser visto nesta exposição.
Eduarda Rosa (Caldas da Rainha, 1949) has had an atypical artistic career. A graduate in Pharmacy, with a PhD in Organic Chemistry from Imperial College, London, she enjoyed a long teaching career at the Faculty of Pharmacy of the University of Lisbon, which she brought to a close in 2005. Five years earlier, she had embarked on a prolonged period of artistic training, above all at the Ar.Co school, which she completed in 2012. She subsequently hold her first individual exhibition, Trans Formas, in November 2014, at Espaço AZ, in Lisbon, followed a year later by GTF.des, at the Museu Geológico. From her academic training and professional activity, the artist had inherited the discipline of concentrated work and a clear inclination towards systematisation, which, in her creative process, are combined with an intuitive approach to a constantly expanding world of forms (figures), compositions, colours and materials. Some of her best work consists of drawings-collages in which a certain form is filled with an accumulation of small figures cut out of old books (dictionaries and atlases, and books on zoology, botany or medicine, among others), mostly dating from the late nineteenth century and the early decades of the twentieth century. This and so much more can be seen at this exhibition.
© 2016 Culturgest