TEATRO
PANOS
palcos novos palavras novas
destaque
Só há uma vida · Grupo de Teatro Juvenil do Virgínia (Torres Novas) © Virgiliu Obada · PANOS 2015 (pormenor)VER IMAGEM
SEX 19, SÁB 20, DOM 21 MAIO
Pequeno Auditório e Palco do Grande Auditório
3€ (preço único)
M12
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Aos Poucos de Tina Satter
Atalhos de Joana Craveiro
Ode Inacabada de Cláudia R. Sampaio

Depois de um ano de pausa, esta é a décima primeira edição dos PANOS, um projeto que junta a nova escrita para teatro ao teatro que é feito por adolescentes. Mais de trinta grupos escolares e juvenis do país inteiro escolheram encenar uma das três peças propostas, e neste festival da Culturgest mostram-se dois espetáculos de cada texto. Este ano são três originais, escritos de propósito para os PANOS.

Aos Poucos de Tina Satter decorre entre um grupo de personagens interligadas de várias idades, géneros e identidades sexuais a viver numa cidade do Norte do Novo México. Algumas personagens têm ascendência navajo e outras não. A peça pinta a paisagem deste grupo particular de pessoas enquanto tentam perceber quem são nesta altura das suas vidas, e quem poderão vir a ser. Pelos vistos, é impossível fazerem isto umas sem as outras.

Em Atalhos de Joana Craveiro, cinco jovens empreendem uma viagem. Percorrem a memória de alguns acontecimentos recentes que têm surgido nos jornais ao longo dos últimos meses/anos, para falarem deles próprios e pedirem explicações pelo que não compreendem. O caminho que escolheram é o mais longo, porque demora sempre mais ir ao cerne das coisas do que passar por cima do que não se compreende nem faz sentido só para se chegar mais depressa aonde se pensa que tem de se chegar a horas. A solidão muda-nos? Quem somos perante a ausência dos outros?

Ode Inacabada de Cláudia R. Sampaio é uma odisseia em busca da identidade, em que uma voz singular se multiplica, num aprofundamento de consciência face ao mundo e ao "eu". Trata-se de um intra-diálogo tentando consolidar-se através da alquimia da palavra, que se interroga e problematiza no meio do silêncio redentor de um mundo sem pessoas.

Em novembro passado realizou-se um workshop com as autoras destinado aos encenadores dos grupos. As sessões foram orientadas por Tina Satter (Aos Poucos), Joana Craveiro (Atalhos) e Teresa Coutinho (Ode Inacabada). As estreias tiveram lugar até ao fim de abril. Para o festival publica-se um livro com os três textos.

PANOS commissions new plays for young people, inspired by the National Theatre of London's Connections project. Now in its eleventh year, a selection from over 30 shows produced all across the country by school and youth theatre groups will be presented in a festival at Culturgest. This time we'll see the interplay of community and identity in Tina Satter's play, a journey across perplexing recent events in Joana Craveiro's documentary piece, and the musings Cláudia R. Sampaio wrote for a voice in an empty world.
© 2017 Culturgest