DANÇA
Pão Rico
de Vera Mantero
destaque
(pormenor)VER IMAGEM
SEX 26, SÁB 27 MAIO
Palco do Grande Auditório
21h30 · Duração aprox. 45 min
15€ · Jovens até aos 30 anos
e desempregados: 5€
M12
 
Informações e reservas
Bilheteira Culturgest
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Ticketline
Reservas e informações:
1820 (24 horas)
Pontos de venda: Agências Abreu, Galeria Comercial Campo Pequeno, Casino Lisboa, C.C. Dolce Vita, El Corte Inglés, Fnac, Megarede, Worten e www.ticketline.sapo.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
O Rumo do Fumo é uma estrutura financiada pelo Ministério da Cultura /
Direção-Geral das Artes.
Conceção e interpretação Vera Mantero Desenho de luz Hugo Coelho Operação de luz Hugo Coelho ou Rui Alves Residência artística DeVIR/CAPa Produção O Rumo do Fumo Coprodução DeVIR/CAPa e Culturgest Agradecimentos Nuno Graça, Tiago Barbosa
Estreia
29 de abril de 2017, Cineteatro Louletano, Loulé
Este projeto é uma encomenda dos Encontros do DeVIR da DeVIR/CAPa (Faro)

A serra agora está deserta. O pessoal amontoou-se todo no litoral. Serra vazia, litoral inchado.

Num ápice (30 anos? 40 anos?), Quarteira: de aldeia de pescadores pobres a "referenciado centro de turismo".

Os pescadores venderam a areia e assim nasceram as vivendas e depois os pequenos arranha-céus. Dinheiro e areia, areia e dinheiro.

Em Quarteira os prédios são todos muito mais altos do que os prédios do bairro onde moro em Lisboa.

Para chegar a Quarteira passo pelo campo de golfe, pelo outlet de golfe e pelos altos escorregas do parque aquático, de onde se lança a população em chamas.

Saio de Quarteira a pé, pelo Passeio das Dunas, e em 15 minutos chego à loja do Cristiano Ronaldo na Marina de Vilamoura.

Pão Rico: Vale de Lobo e Vilamoura. Quarteira é o recheio de uma sanduíche, a sanduíche dos €10 milhões.

Por aqui já aconteceu há muito a invasão da marabunta.

Vera Mantero

 

Após uma primeira edição dos Encontros do DeVIR, realizada em 2012 pela DeVIR/CAPa, para a qual Vera Mantero criou Os Serrenhos do Caldeirão, exercícios em antropologia ficcional, que refletia sobre a desertificação nesta zona montanhosa, foi novamente convidada para a terceira edição destes Encontros, que continuam a debruçar-se sobre temáticas e problemáticas do Algarve, desta vez sobre a descaracterização do litoral algarvio.

After the first edition of the Encontros do DeVIR festival, held in 2012 by DeVIR/CAPa, for which Vera Mantero created The Caldeirão Highlanders, exercises in fictional anthropology, a dance show that reflected on the desertification of that mountain region, she has been invited once again to the third edition of these encounters, continuing to explore themes linked to the Algarve and its problems. This time, she will be looking at the way in which the Algarve coast is becoming completely disfigured.
© 2017 Culturgest