JAZZ
Kaja Draksler Octet
Ciclo "Isto é Jazz?" · Comissário: Pedro Costa
destaque
© Francesca Patella (pormenor)VER IMAGEM
SEX 29 SETEMBRO
Pequeno Auditório
21h30 · Duração: 1h
6€ (preço único)
M6
Informações e reservas
Bilheteira Culturgest
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Ticketline
Reservas e informações:
1820 (24 horas)
Pontos de venda: Agências Abreu, Galeria Comercial Campo Pequeno, Casino Lisboa, C.C. Dolce Vita, El Corte Inglés, Fnac, Megarede, Worten e www.ticketline.sapo.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
Voz Laura Polence, Björk Níelsdóttir Saxofones e clarinetes Ada Rave, Ab Baars Violino e viola George Dumitriu Piano Kaja Draksler Contrabaixo Lennart Heyndels Bateria Onno Govaert

Nascida nos subúrbios de Ljubljana, Eslovénia, em 1987, e com formação superior em piano jazz (foi aluna de Vijay Iyer e Jason Moran) e em composição clássica (estudou com Richard Ayres), Kaja Draksler é um dos novos valores do jazz criativo que mais se têm afirmado estes últimos anos na Europa. Visita regular em Portugal, devido ao seu duo com a trompetista Susana Santos Silva, volta agora ao nosso país para apresentar um novo projeto que reúne oito figuras de primeira linha da Holanda, o país onde decidiu fixar residência, fazendo já parte da cena local.

O Kaja Draksler Octet cruza os seus conceitos nos âmbitos da improvisação e da escrita (para uso dos grupos Feecho e BadBooshBand ou por encomenda de big bands de jazz, formações de câmara e coros) num ensemble que integra duas vozes, instrumentos de palheta e violino, assim completando um espectro de timbres e cores que se aproxima tanto da música contemporânea como do formato canção tal como foi estabelecido nos domínios da folk e da pop. Estruturas complexas com temas simples e muito espaço para solos improvisados, concebidas a partir do seu piano (ou seja, orquestralmente), servem-lhe para desenvolver um visão da música em que cabem tanto as influências de Thelonious Monk e Cecil Taylor como as de Ligeti e da tradição popular da sua origem balcânica. Os poemas cantados são assinados pela artista plástica grega Andriana Minou, com quem mantém uma colaboração que reflete outro dos seus interesses: a criação transdisciplinar e intermediática, a exemplo do que faz com o coletivo I/O.

Born in Ljubljana, in 1987, pianist and composer Kaja Draksler is one of Europe's great talents in terms of creative jazz. She returns to Portugal with a new project: eight leading musicians from Holland, forming the Kaja Draksler Octet, an ensemble of two voices, reed instruments and violin, blending contemporary music and songs with a typical folk and pop format, leaving room for improvised orchestral solos conceived from her piano and developing the influences of Thelonious Monk, Cecil Taylor, Ligeti and traditional Balkan music, with poems sung by Greek musician and writer Andriana Minou.
© 2017 Culturgest