TEATRO
We’re Gonna Be Alright
de Cão Solteiro & André Godinho
destaque
© Cão Solteiro (pormenor)VER IMAGEM
DE QUI 7 A DOM 10 SETEMBRO
Grande Auditório (lotação reduzida)
21h30 (dom às 17h) · Duração: 1h30
13€ · Jovens até 30 anos e desempregados: 5€
M18
Informações e reservas
Bilheteira Culturgest
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Ticketline
Reservas e informações:
1820 (24 horas)
Pontos de venda: Agências Abreu, Galeria Comercial Campo Pequeno, Casino Lisboa, C.C. Dolce Vita, El Corte Inglés, Fnac, Megarede, Worten e www.ticketline.sapo.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
apoio

apoio

apoio

apoio
Um espetáculo de Cão Solteiro & André Godinho Com Ana Alves, Cecília Henriques, Crista Alfaiate, Paula Sá Nogueira, Rafaela Jacinto Participação especial Daniel Seabra Figurinos Mariana Sá Nogueira Cenografia Cão Solteiro & André Godinho em colaboração com Vasco Araújo Sonoplastia Emídio Buchinho Luz de cena Daniel Worm d'Assumpção Vídeo André Godinho Diretor de fotografia João Ribeiro Colorista Andreia Bertini Música Filipe Sambado Maquilhagem Olga José, Sofia Frazão Cabeleira Fátima Sousa Construção de cenografia Decor Galamba Costura Helena Quinan e Ivone Basílio (vestuário desportivo), Teresa Louro (vestido), Aldina Jesus (figurino de época) Adereços Ana Alves, Nuno Tomaz Caderno de texto Francisco Frazão, Maria Sequeira Mendes, Mariana Sá Nogueira, Nuno Fonseca Produção e fotografia Joana Dilão Residência artística O Espaço do Tempo Apoios Bazar do Vídeo, Cedro Plátano, Mad Stunts, Walla Collective Coprodução Cão Solteiro, Culturgest Este espetáculo não existiria sem a colaboração de João Ribeiro, Equipa Técnica da Culturgest, Renata Sancho, Bazar do Vídeo (Abel Ribeiro Chaves e Rodrigo Dâmaso), David Chan, Filipe Pereira e o apoio de Miguel Lobo Antunes e Francisco Frazão Agradecimentos Alice e João Brandão, António Carmo Gouveia, Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, Joana Gusmão, Lara Morais, Laudemira Ramos, Maria Braga, Paula Garcia, Pierre-Marie Goulet, Plataforma285, Ricardo Lameiras, Ricardo Simões, Rita Ramos, Rui Alves, Stéphane Alberto, Teatro Praga

I have told myself a thousand times not to be shocked again by what people will do to have fun, for reasons they cannot explain.

Will Self, My Idea Of Fun

 

Depois de We All Go a Little Mad Sometimes, Play, the Film e Day for Night (Culturgest 2014), Cão Solteiro & André Godinho prosseguem uma pesquisa sobre as relações entre teatro e cinema, virando-se agora para o cinema comercial. 

Trabalhando os elementos que o público procura num blockbuster, constrói-se um espetáculo sobre aquilo que de mais espetacular há no cinema: os efeitos especiais.

Aqui os efeitos não estão ao serviço da narrativa, substituem-se a ela, adiando-a indefinidamente e deixando – por serem retirados de um contexto – de ser especiais.

Tal como no cinema dos primeiros tempos, que era uma atração de feira, o que veremos aqui é o espetáculo pelo espetáculo, o efeito sem a causa, uma montagem de atrações.

We’re Gonna Be Alright é um blockbusted com sexo, sangue e violência.

Working on the different features that audiences look for in blockbusters, Cão Solteiro & André Godinho continue their research into the relationship between theatre and cinema, making a show about the most spectacular component of films: the special effects. Here the effects are not placed at the service of narrative, they replace it, indefinitely postponing it and ceasing to be special. Just as in early cinema, which was a fairground attraction, what we see here is the spectacle for its own sake, the effect without a cause, a montage of attractions. We're Gonna Be Alright is a blockbusted with sex, blood and violence.
© 2017 Culturgest