EXPOSIÇÃO
Simultânea
Obras da Coleção da Caixa Geral de Depósitos
DE 20 MAIO A 10 SETEMBRO
Inauguração:
sexta-feira, 19 de maio, 22h
Galeria 2 · 2€
Entrada gratuita aos domingos
Visita guiada com o curador
Sábado, 27 de maio, 17h30

Jornal de exposição (pdf)
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Tripadvisor
Mais opiniões sobre Culturgest.
apoio
destaque
Noronha da Costa. Sem título, 1967 (pormenor)
Coleção da Caixa Geral de Depósitos · Fotografia © DMF, Lisboa
Curadoria Delfim Sardo

Em simultâneo com a exposição O Fotógrafo Acidental são apresentadas obras do mesmo período da Coleção da Caixa Geral de Depósitos, mas noutros suportes.

O propósito de criar um contexto para uma melhor compreensão das transformações culturais portuguesas na década de 1970 é aqui proporcionado por um conjunto de obras dos mesmos artistas apresentados na exposição da Galeria 1, a que se juntam obras de outros artistas marcantes no panorama português como Eduardo Batarda, Álvaro Lapa, Joaquim Rodrigo, João Vieira, Pires Vieira e Noronha da Costa.

Nesta exposição há a salientar a apresentação de duas das obras mais marcantes de Alberto Carneiro, raramente vistas em conjunto: O Canavial: Memória metamorfose de um corpo ausente, de 1968 e Uma Floresta para os teus sonhos, de 1970, esta última cedida pela Fundação Calouste Gulbenkian.

A Coleção da Caixa Geral de Depósitos, iniciada em 1983, é composta por um conjunto de mais de 700 obras nos mais diversos suportes. É regularmente objeto de exposições que a têm dado a conhecer a partir de pontos de vista curatoriais e temáticos muito diversos.

Taking place simultaneously with the exhibition The Accidental Photographer, a selection of works from the Coleção da Caixa Geral de Depósitos relating to the same period will also be exhibited, but on other kinds of supports.

The aim is to create a context that allows for a better understanding of the cultural transformations taking place in Portugal in the 1970s. This will be made possible through the display of a group of works by the same artists that are represented at the exhibition presented in Gallery 1, together with works by other artists who have also left their mark on the Portuguese artistic panorama, such as Eduardo Batarda, Álvaro Lapa, Joaquim Rodrigo, João Vieira, Pires Vieira and Noronha da Costa.

Particular emphasis is given to the presentation of two installations by Alberto Carneiro, certainly constituting two of the most important works by this artist, and which are very rarely seen together: The Cane Field: Memory Metamorphosis of an Absent Body, from 1968 and A Forest for your Dreams, from 1970, with this latter work being loaned for this exhibition by the Calouste Gulbenkian Foundation.

The Coleção da Caixa Geral de Depósitos, which was started in 1983, consists of a group of more than 700 works on a wide variety of supports. Works from this collection have been regularly presented at different exhibitions, thus making it better known to the public from a wide variety of curatorial and thematic viewpoints.

© 2017 Culturgest