facebook
Loading
Linguagem e Experiência
Obras da Colecção
da Caixa Geral de Depósitos
Curador: Pedro Lapa
EXPOSIÇÃO ITINERANTE
Centro Cultural Palácio do Egipto, Oeiras
De 17 de Abril a 20 de Junho
Mais info
Vista da exposição (pdf)
C. C. Palácio do Egipto
Rua Álvaro António dos Santos
Tel: 214 408 391
De terça-feira a domingo, das 11h30 às 18h. Última sexta-feira de cada mês das 11h30 às 24h. Aberto aos feriados.
www.cm-oeiras.pt
Entradas: €2
Grupos (+ de 3 pessoas): €1
Jovens (13 aos 25 anos): €1
Grupos amigos de Museus e Instituições Culturais: €1
+ de 10 pessoas: €0,50
Gratuitos: crianças até 12 anos, funcionários da CMO, SMAS, CGD, jornalistas, estudantes, professores investigadores credenciados, profissionais de turismo no exercício das suas funções, sénior com mais de 65 anos.
Aos domingos: entradas gratuitas.
Museu Grão Vasco, Viseu
De 18 de Setembro
a 21 de Novembro
Museu de Aveiro
De 11 de Dezembro
a 13 de Fevereiro de 2011
Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
apoio
oeiras
egipto
destaque
Alberto Carneiro O canavial: memória metamorfose de um corpo ausente, 1968. Inventário 360824. Cortesia do artista. Fotografia © Laura Castro Caldas & Paulo Cintra (a partir de iluminação de João Ribeiro para o filme Dificilmente o que habita perto da origem abandona o lugar, de Catarina Rosendo e Olga Ramos)

Um ciclo de exposições reúne obras da Colecção da Caixa Geral de Depósitos, organizadas por oito núcleos, que vão ser apresentadas faseadamente no Centro Cultural Palácio do Egipto, em Oeiras, no Museu Grão Vasco, em Viseu e no Museu de Aveiro.
Linguagem e Experiência aborda a visibilidade engendrada pelo trabalho artístico como uma experiência limite de um discurso sobre o mundo. Procura articular as obras como uma linguagem que se conhece e se afirma a si mesma no mundo, sem outros pressupostos. Para a exposição no Centro Cultural Palácio do Egipto, foram seleccionados três núcleos:
Deslocação e Paisagem reflecte sobre a paisagem como um lugar produzido por uma deslocação e uma operação reconstrutiva. Trabalhos de Alberto Carneiro, Joaquim Rodrigo e Nikias Skapinakis constituem o núcleo;
Forever Pop compreende um amplo espectro cronológico. Ainda que a Pop Art tenha sido um movimento artístico bem definido, o que se apresenta são os seus retornos, que lhe conferem transversalidade histórica e actualizam novas significações. Lourdes Castro, Cruz-Filipe, Bruno Pacheco, Miguel Soares, Júlia Ventura e João Vieira são os artistas representados;
Memória de uma Memória Ausente organiza-se em torno do resgate do lapso como estrutura constitutiva de um conhecimento. Pontuam este núcleo obras de Pedro Casqueiro, Ana Jotta, Álvaro Lapa, Jorge Queiroz, Julião Sarmento e Francisco Tropa.
Um catálogo com a totalidade das obras seleccionadas para este ciclo de exposições e um texto do curador será lançado por ocasião da inauguração desta exposição.

A cycle of exhibitions will bring together works from the Colecção da Caixa Geral de Depósitos, organised into eight groups, which will be shown in three different venues: Centro Cultural Palácio do Egipto, in Oeiras, Museu Grão Vasco, in Viseu, and Museu de Aveiro.
Language and Experience is concerned with the visibility engendered by artistic work as a limit experience of a discourse about the world. It seeks to link the art works together under the form of a language that knows and establishes itself in the world, without any other presuppositions. Three groups of works have been chosen for the exhibition at the Centro Cultural Palácio do Egipto:
Displacement and Landscape. This group includes works by Alberto Carneiro, Joaquim Rodrigo and Nikias Skapinakis;
Forever Pop. Lourdes Castro, Cruz-Filipe, Bruno Pacheco, Miguel Soares, Júlia Ventura and João Vieira are the artists represented;
Memory of an Absent Memory. This group includes works by Pedro Casqueiro, Ana Jotta, Álvaro Lapa, Jorge Queiroz, Julião Sarmento and Francisco Tropa.
© 2010 Culturgest