2009-2012 Curador: Bruno Marchand
Ich bin ein Baixinher 29.01
26.03.2010

Na última década e meia, a obra de Fernando Brito (Pampilhosa da Serra, 1957) tem estado, em grande medida, ausente dos circuitos expositivos nacionais. Em virtude de uma auto-imposta reclusão, o artista interrompeu um percurso público que o vinha estabelecendo como uma das referências artísticas da sua geração, optando por remeter-se essencialmente ao trabalho em atelier e dedicar-se à investigação e ao estudo de autores canónicos da teoria da arte moderna.
Licenciado em Pintura pela Escola Superior de Belas-
-Artes de Lisboa em 1983, Fernando Brito desenvolve a sua prática em meios tão distintos como a pintura, o desenho, a banda desenhada, a escultura ou o vídeo, explorando um eclectismo que tende a boicotar a hipótese de reconhecermos uma inequívoca marca autoral nas suas obras. Uma parte muito considerável da sua actividade tem tido lugar no quadro de projectos colectivos como Homeostética (1982-1987), Ases da Paleta (1989) ou Orgasmo Carlos (activo desde 2003), em cujas acções se manifesta um profundo empenho em minar ou parodiar as mais enraizadas convenções de virtude, consequência e seriedade que habitualmente se associam ao mundo da arte.
Constituída por três obras inéditas de cariz escultórico, a exposição que Fernando Brito propôs para o Chiado 8 é atravessada por esta energia subversiva e, principalmente, pelo seu interesse crítico nas mais enfáticas aspirações da modernidade. Extravasando o plano estrito das artes plásticas, Ich bin ein Baixinher apresenta três situações que convocam o espectador para a reconsideração de um projecto sociocultural já considerado defunto mas que, entre a promessa e o fiasco, não deixa de governar muito do nosso imaginário comum.

 

Fernando Brito
Sem título (barco de papel), 2010
logo

Chiado8 Arte Contemporânea, inaugurado em Janeiro de 2002, é um projecto da Companhia de Seguros Fidelidade Mundial que, aproveitando a localização privilegiada de um dos seus edifícios centrais, decidiu participar nas iniciativas de reabilitação do Chiado através da criação de um espaço de divulgação da arte contemporânea cuja programação está, desde Março de 2006, entregue à Culturgest. No primeiro triénio, de Maio de 2006 a Janeiro de 2009, o curador responsável pela programação deste espaço foi Ricardo Nicolau. Actualmente, e até 2012, o programador e curador das exposições apresentadas é Bruno Marchand.

Projecto de Exposições Miguel Wandschneider (Culturgest)
Coordenação Gabinete de Comunicação e Imagem (Fidelidade Mundial)

 

Chiado 8 Arte Contemporânea
Largo do Chiado, nº8
1249-125 Lisboa
Tel 21 323 7335
www.fidelidademundial.pt

De segunda a sexta-feira,
das 12h00 às 20h00.
Encerra aos fins-de-semana
e aos feriados.
2006-2009 Curador: Ricardo Nicolau

28>11>2008
30>01>2009


FRANCISCO
TROPA
 

19>09
14>11>2008

ANA
JOTTA
 

24>05
15>07>2008

ALEXANDRE
ESTRELA
 

25>01
18>04>2008


LEONOR
ANTUNES
 

01>11>2007
04>01>2008


ANDRÉ
GUEDES
 

30>06
28>09>2007

ANDRÉ
SOUSA
 

30>03
15>06>2007

JOÃO
QUEIROZ

12>01
23>03>2007

JOSÉ
LOUREIRO

13>10>2006
05>01>2007


AUGUSTO
ALVES DA SILVA


30>06
29>07>2006

FIDEL
NUNO RIBEIRO


17>03
26>05>2006

LUISA CUNHA
Words for Gardens