A Exposição Invisível

Luigi Russolo e Ugo Piatti no laboratório do Intonarumori, Milão, 1913. © Hulton Archive / Getty Images.

Curadoria: Delfim Sardo


Desde o início do século XX, a partir do momento em que a gravação sonora se difundiu, que os artistas visuais têm vindo a desenvolver projetos sonoros. Quer pela utilização da voz, quer pela construção de ambientes, o som tem vindo a fornecer situações de exploração conceptual, por vezes ocupando um lugar essencial no trajeto de muitos artistas.
A Exposição Invisível propõe um mapeamento destas situações, partindo do projeto homónimo que o curador apresentou em Espanha e Israel, em 2007, agora numa versão aumentada. Recuando até artistas modernistas como Raoul Hausmann, Luigi Russolo, Marinetti ou Kurt Schwitters, a exposição inclui obras de António Dias, James Lee Byars, Bruce Nauman, Luisa Cunha, Joan Jonas, Vito Acconci, Michael Snow, Julião Sarmento, Juan Muñoz, Janet Cardiff, Ricardo Jacinto, entre muitos outros.
Esta é uma viagem histórica onde o som esculpe o espaço, nos envolve ou nos faz mergulhar nas narrativas sugeridas pela voz humana.

 

PERFORMANCES:
 

3 ABR SEX 22:00
Giuliano Obici
 

31 MAI DOM 16:00
Ricardo Jacinto

4 ABR
– 19 JUL 2020

Galeria
3€
Entrada gratuita aos domingos

INAUGURAÇÃO

3 ABR SEX 22:00

Terça a Domingo
11:00–18:00

VISITAS AOS SÁBADOS

4 ABR 16:00, 27 JUN 17:00 com Delfim Sardo
18 ABR, 6 JUN, 11 JUL 13:00 com Ana Gonçalves

VISITAS À HORA DE ALMOÇO

22 ABR, 20 MAI, 24 JUN 13:00 com Ana Gonçalves

MARCAÇÕES E INFORMAÇÕES

(+351) 21 761 90 78

Partilhar Facebook / Twitter